Os 20 melhores filmes cult de todos os tempos


Filmes cult são aqueles que, independentemente de terem agradado a críticos e arrecadado milhões, mobilizam um grupo de fãs ao longo do tempo. São filmes cultuados. Há filmes cult alternativos. Outros mais próximos daquilo que se considera padrão.

Confira quais são, de acordo com as nossas pesquisas, os 20 melhores filmes cult de todos os tempos.

1. Quero Ser John Malkovich (1999), Spike Jonze

Assista ao trailer:

IMDB: 7,7
Rotten Tomatoes: 93%

Você já se imaginou na pele de uma estrela de cinema? O que você faria se pudesse entrar na mente e controlar o corpo de um ator famoso? E se houvesse um portal que te levasse a ser John Malkovich por 15 minutos? Em Quero Ser John Malkovich, isto é possível e o filme se tornou um dos mais aclamados da cena cult.

2. Laranja Mecânica (1971), Stanley Kubrick

Assista ao trailer:

IMDB: 8,3
Rotten Tomatoes: 87%

Indicado aos principais prêmios da Academia, mas sem nunca chegar a ser o vencedor, o controverso e icônico filme de Stanley Kubrick alcançou o seu sucesso basicamente por cair no gosto do público. Uma fascinante combinação de violência, sociopatia, estilização e música clássica que deve ser vista pelo menos uma vez na vida.

3. Donnie Darko (2001), Richard Kelly

Assista ao trailer:

IMDB: 8,0
Rotten Tomatoes: 87%

Há quem ame, mas também há quem odeie Donnie Darko, o fato é que não se pode ficar indiferente à curiosa história do rapaz que recebe a visita de um coelho um tanto quanto singular. O filme deixa-se aberto para várias interpretações e é justamente por isso que se tornou um tesouro cult.

Veja também: As 15 maiores curiosidades sobre o filme Donnie Darko

4. A Vida de Brian (1979), Terry Jones

Assista ao trailer:

IMDB: 8,1
Rotten Tomatoes: 95%

Entre as mais famosas comédias realizadas pelo grupo Monty Python, A Vida de Brian faz uma forte sátira à sociedade e brinca com uma temática muito delicada: a religião. Brian é um judeu contemporâneo à Jesus Cristo que é confundido com o messias e passa por situações bastante inusitadas até ser condenado à crucificação.

5. Akira (1988), Katsuhiro Ôtomo

Assista ao trailer:

IMDB: 8,0
Rotten Tomatoes: 90%

Akira foi o primeiro filme de animação japonês exibido nos cinemas brasileiros. Passado no futurístico ano de 2019 (risos), a história se passa em Neo-Tokyo, construída após a primeira ter sido destruída durante a 3ª Guerra Mundial. Ali, Tetsuo faz parte de uma gangue de motoqueiros, mas acaba por ser capturado para o governo e usado como cobaia em experimentos paranormais.

6. Blade Runner (1982), Ridley Scott

Assista ao trailer:

IMDB: 8,1
Rotten Tomatoes: 90%

Os anos 80 produziram ótimas ficções científicas. Blade Runner é uma das melhores. Como ocorre com boa parte dos filmes cult, no início o filme não foi um estouro. Em 82, espectadores lotaram as salas de cinema para ver ET, de Spielberg. Com o tempo, porém, o universo sombrio e meio noir criado por Ridley Scott foi ganhando adeptos. O sucesso é tamanho que em 2017 saiu a continuação: Blade Runner 2049.

7. As Aventuras de Buckaroo Banzai (1984), W. D. Richter

Assista ao trailer:

IMDB: 8,0
Rotten Tomatoes: 90%

Na onda dos filmes de ficção científica dos anos 80, temos essa joia cult que não envelhece. Buckaroo Banzai (interpretado por Peter Weller, o inesquecível Robocop) é um cientista meio excêntrico. Além de cientista, é também piloto de carros e roqueiro. Após criar um portal que leva à 8ª dimensão, sua missão é conter uma iminente invasão alienígena na Terra.

8. Eraserhead (1977), David Lynch

Assista ao trailer:

IMDB: 7,4
Rotten Tomatoes: 90%

O primeiro longa-metragem do aclamado David Lynch até hoje dá o que falar. Resumir em poucas linhas o enredo desse terror surrealista é uma tarefa praticamente impossível. O diretor o define como “Um sonho de coisas sombrias e preocupantes”. Você está preparado para embarcar no mundo alucinante, sombrio e perturbador de Henry Spencer?

9. Scarface (1983), Brian De Palma

Assista ao trailer:

IMDB: 8,3
Rotten Tomatoes: 81%

Scarface é um remake do clássico de 1932 dirigido por Howard Hawks. O filme é famoso por suas cenas de violência – aliás, bastante violência! O protagonista é Tony Montana, um refugiado cubano que construiu um verdadeiro império da droga em Miami. Tony não mediu esforços para realizar o sonho americano. Destaque positivo para a célebre atuação de Al Pacino.

10. The Rocky Horror Picture Show (1975), Jim Sharman

Assista ao trailer:

IMDB: 7,4
Rotten Tomatoes: 79%

Presença garantida em qualquer lista de filmes cult, esse musical carrega o título de filme que ficou mais tempo em exibição em toda a história do cinema. No início, como é de praxe quando o assunto são filmes cult, foi um fiasco de bilheteria. Porém, o filme passou a ser exibido em sessões noturnas nos EUA, e foi aí que começou a fazer sucesso. O enredo é meio maluco, e os personagens mais ainda.

11. Brazil: O Filme (1985), Terry Gilliam

brazil o filme

IMDB: 7,9
Rotten Tomatoes: 98%

Com duas indicações ao Oscar (incluindo Melhor Roteiro Original), Brazil chama a atenção, entre outras coisas, pelo seu nome. Seria a realidade distópica criada por Gilliam uma referência à ditadura militar? Será que é por causa da música “Aquarela do Brasil”, que toca em alguns momentos do filme? Talvez não haja uma única resposta. Em Brazil nos deparamos com uma realidade sombria e sufocante, em que ficção e realidade muitas vezes se misturam.

12. Labirinto – A Magia do Tempo (1986), Jim Henson

Assista ao trailer:

IMDB: 7,4
Rotten Tomatoes: 71%

Labirinto não foi bem aceito pela crítica nem fez muito sucesso no cinema. Aliás, a arrecadação do filme não chegou a superar o orçamento. O sucesso veio através das antigas locadoras e da programação da TV aberta. As aventuras da garota Sarah logo caíram na graça da criançada. Para resgatar seu irmão, ela precisa superar os desafios do labirinto mágico e sombrio comandado pelo rei dos duendes – interpretado por ninguém menos que David Bowie.

13. A Noite dos Mortos-Vivos (1968), George Romero

Assista ao filme completo:

IMDB: 7,9
Rotten Tomatoes: 97%

Clássicos cult às vezes são marcados pelo pioneirismo. E este é o caso de A Noite dos Mortos-Vivos, do cultuado diretor George Romero. Sabe esses filmes de zumbi que têm feito muito sucesso de uns anos para cá? Todos eles são tributários do gênio do terror, que nesse filme ajudou a instaurar as características mais essenciais do gênero. Quem é fã de cinema de terror não pode deixar de conhecer essa obra fundamental.

14. Clube dos Cinco (1985), John Hughes

Assista ao trailer:

IMDB: 7,9
Rotten Tomatoes: 89%

Esse super clássico da Sessão da Tarde dos anos 80 conta a história de cinco estudantes que, por diferentes razões, ficam de castigo na biblioteca da escola num sábado à tarde. Os cinco são bem diferentes: tem a patricinha, o bad boy, o nerd, a antissocial, o jogador de futebol. Obrigados a conviver, eles começam a dividir suas histórias e uma inesperada relação começa a surgir a partir daí.

15. Curtindo a Vida Adoidado (1986), John Hughes

Assista ao trailer:

IMDB: 7,8
Rotten Tomatoes: 80%

Curtindo a Vida Adoidado é daqueles filmes que a gente vê e revê até enjoar. Mais um filme cult do diretor John Hughes. Mais um sucesso da Sessão da Tarde nos anos 80 e 90. Longe de ser uma obra-prima, conta no entanto com a ótima atuação de Matthew Broderick, que interpreta o malandro Ferris. Junto de seu melhor amigo e a namorada, Ferris se finge doente para cabular aula e dar um rolê de Ferrari pelo centro de Chicago.

16. Os Goonies (1985), Richard Donner

Assista ao trailer:

IMDB: 7,8
Rotten Tomatoes: 75%

Clássico do cinema infanto-juvenil dos anos 80, Os Goonies conta a história de um grupo de amigos que, após encontrar um mapa do tesouro, embarca numa misteriosa e incrível aventura por passagens subterrâneas cheias de armadilhas. O filme rapidamente se tornou um fenômeno, sendo adorado até hoje por muita gente e influenciando novas produções cinematográficas.

17. Os Irmãos Cara-de-Pau (1981), John Landis

Assista a uma cena do filme:

IMDB: 7,9
Rotten Tomatoes: 84%

Filmes cult costumam ter forte apelo comercial e cultural. Ditam modas, instauram tendências. O visu dos “Irmãos do Blues” (tradução literal do título original) até hoje inspira modelitos mundo afora. O filme é uma comédia musical bem divertida que conta a história de dois irmãos (um deles recém saído da cadeia) que retomam sua banda de blues para juntar grana. A causa é nobre: salvar o orfanato onde eles passaram a infância.

18. O Grande Lebowski (1998), Ethan Coen, Joel Coen

Assista a uma cena do filme:

IMDB: 8,1
Rotten Tomatoes: 83%

Filmes cult, na acepção mais literal do termo, são aqueles cultuados por fãs. No caso de O Grande Lebowski, esse culto é organizado – chama-se Dudeísmo – e há encontros destinados a unir os aficionados – como o Lebowski Fest, realizado anualmente. Isso se deve, em grande medida, ao carisma de “The Dude”, que adora ouvir rock e jogar boliche. Mas sua vida vira de pernas para o ar quando estranhos invadem sua casa exigindo dinheiro e ele descobre que existe um ricaço com o mesmo nome que ele.

19. Psicopata Americano (2000), Mary Harron

Psicopata Americano

IMDB: 7,6
Rotten Tomatoes: 69%

Dentre os cults mais recentes, Psicopata Americano ocupa lugar de destaque. O longa é um terror psicológico que narra a história de um executivo de Wall Street que mantém, por trás das aparências, uma personalidade homicida. Por um lado, Patrick Bateman é o homem de negócios bem-sucedido, competitivo e vaidoso. Mas à noite se revela um assassino sem sentimentos. O filme, que trabalha bem com o humor e a ironia, pode ser visto como uma crítica à sociedade capitalista atual.

20. Horror em Amityville (1979), Stuart Rosenberg

horror em amityville

IMDB: 6,3
Rotten Tomatoes: 27%

Odiado pela crítica. Amado pelo público (ao menos por parte dele). Foi assim que Horror em Amityville foi recebido no ano de 1979. Elementos do terror que até hoje cativam espectadores já estão lá: uma família bem estruturada e feliz, a grande e velha casa, eventos sinistros inexplicáveis... Outro elemento que chama a atenção nesse filme é o rótulo “baseado em fatos reais” (que não se sustenta). Seja como for, o importante é tomar aquele susto.

Veja ainda:

Atualizado em