19 filmes de comédia para você se acabar de tanto rir


Ana Laura Cruz
Ana Laura Cruz
Mestre em Gestão e Estudos da Cultura

Está com vontade de dar umas boas gargalhadas? Nem sempre é fácil achar um bom filme de comédia para matar esse desejo, mas ainda bem que existem opções para todos os tipos de humor.

E para facilitar a sua vida, reunimos em nossa lista alguns dos títulos mais espirituosos disponíveis no momento. É só escolher um e preparar a pipoca!

As Branquelas (2004)

Se você ainda não viu As Branquelas, esse é o momento para conhecer a história dos irmãos detetives do FBI que precisam se disfarçar de duas patricinhas mimadas para salvar o emprego. Se você já viu a comédia pastelão, sabe que sempre vale a pena rever a cena de Latrell cantando “tan-dan-dan-dan-dan and I need you / tan-dan-dan-dan-dan and I'll miss you”.

Se beber, não case! (2009)

Quatro amigos se reúnem para uma despedida de solteiro em Las Vegas. É óbvio que a noitada promete ser inesquecível, mas o problema é que no dia seguinte eles não lembram de nada e, para completar, o noivo desapareceu. Para encontrá-lo, eles precisam descobrir o que aconteceu na noite anterior e, apesar de para eles não ter a menor graça, nós aqui do outro lado da tela acabamos pensando bem diferente.

Missão Madrinha de Casamento (2011)

Ainda no clima de casamentos, essa mulherada vem com tudo para zoar com a forma de se fazer uma festa de casamento, mostrando que dá para se divertir muito, principalmente quando as coisas dão errado. Annie está em um momento difícil da sua vida, quando a melhor amiga fica noiva e lhe convida para ser a sua madrinha. Mas as várias responsabilidades da função se mostram um grande desafio e Annie toma algumas decisões de que se arrepende.

A Noite do Jogo (2018)

Quer coincidência maior do que essa? Um grupo de amigos se reúne todas as semanas para uma noite de jogos. Dessa vez o tema é sequestro e mistério, mas o organizador da brincadeira acaba sendo sequestrado de verdade. Haja situações engraçadas enquanto a galera vai investigar o “sequestro de brincadeira”, mas se depara com uma situação bem real.

Borat (2006)

Borat faz uma crítica com muito bom humor aos preconceitos enraizados e aos choques entre diferentes culturas. O comediante britânico Sacha Baron Cohen interpreta Borat como uma pessoa extremamente preconceituosa, mas com um ar ingênuo. Ele é um repórter e entrevista pessoas de diferentes áreas de atuação, desde representantes religiosos a empresários da elite americana. O mais interessante do filme é que os entrevistados não faziam ideia de que ele é um ator, portanto as suas reações são bem reais.

Anjos da Lei (2012)

Jonah Hill e Channing Tatum já passaram há muito tempo da puberdade, mas nesta comédia de ação os dois vivem uma dupla de policiais sem noção que se tornam agentes infiltrados em uma escola de ensino médio. Tudo isto para evitar que uma nova droga sintética se espalhe. Mas é óbvio que os tempos mudaram e os dois se metem em várias situações engraçadas de ver.

O Âncora: A Lenda de Ron Burgundy (2004)

Ambientado em uma coloridíssima década de 1970 em San Diego. O Âncora conta a história de Ron Burgundy, o principal jornalista das notícias locais de um canal de televisão. Exageradamente arrogante e cheio de si, tudo muda quando a emissora decide que é hora dele dividir a bancada com uma mulher. Com um elenco divertidíssimo (Will Ferrel e Paul Rudd estão impagáveis!), o filme garante boas risadas.

Deadpool (2016)

Já fazia um tempo que Ryan Reynolds vinha tentando engatar um sucesso de bilheterias como um super-herói, mas finalmente ele encontrou um que é a sua cara! Mesmo usando máscara! Deadpool é um dos personagens dos quadrinhos mais queridos pelo público e, nesta adaptação para o cinema, conseguiram trazer o humor ácido, a quebra da quarta parede e a ação sanguinária que lhe são característicos.

Confira as 12 maiores bilheterias do cinema em 2018

O Virgem de 40 Anos (2005)

Como não se divertir com os esforços de Andy e seus colegas para que ele perca a virgindade aos 40 anos de idade? Há momentos em que o próprio elenco não se controla de tanto rir! Comédia besteirol da melhor qualidade com um elenco incrível, em especial Steve Carell que literalmente deu o sangue pelo filme ao ser depilado em frente às câmeras.

Todo Poderoso (2003)

Jim Carrey parece se divertir muito brincando de Deus nesta comédia. E a gente se diverte junto! Bruce Nolan acaba de perder o emprego e está muito zangado com Deus, quando recebe uma proposta do próprio para ficar em seu lugar durante um tempo. Bem, grandes poderes vêm com grandes responsabilidades, não é? E ele vai perceber que ser Deus não é assim tão fácil...

Intocáveis (2011)

Um aviso, este filme garante muitas gargalhadas, mas também algumas lágrimas. Não dá para escapar! Baseado em uma história real, Intocáveis mostra a relação de Philippe, um milionário tetraplégico francês, que contrata o nada adequado Driss para ser o seu auxiliar de enfermagem. Sem a menor experiência no trabalho, o senegalês traz um novo clima para a vida de Philippe, justamente por fazer tudo “errado”.

Veja também 30 comédias românticas de derreter o coração!

A Verdade Nua e Crua (2009)

Esta comédia romântica apimentada brinca o tempo todo com a guerra dos sexos de uma maneira bastante divertida e traz algumas temáticas que não tem como não se identificar. Abby é produtora de um programa matutino em decadência e se vê obrigada a trabalhar com o novo comentarista do programa que promete falar a verdade nua e crua das relações entre homem e mulher. Vê se aguenta!

Escola de Rock (2004)

Um clássico da Sessão da Tarde! Uma mistura de Sociedade dos Poetas Mortos com Another Brick in the Wall, do Pink Floyd. Jack Black interpreta um roqueiro falido que precisa arranjar dinheiro para o aluguel com urgência. Para isso, resolve se passar por seu amigo e trabalhar como professor substituto em uma escola de prestígio. Lá ele encontra alguns bons talentos para a música e cria um “projeto” chamado banda de rock.

Despedida em Grande Estilo (2017)

Vamos lá, só o fato de Morgan Freeman, Michael Caine e Alan Arkin estrelarem juntos esta comédia policial já é garantia de momentos memoráveis. Agora pôr estes três respeitáveis senhores para bolar um plano e assaltar um banco é de rolar de rir. O filme consegue ainda tratar com grande sensibilidade sobre um assunto importante: como a sociedade trata os idosos nos dias de hoje.

Vizinhos (2014)

Quando você tem uma criança pequena em casa, decididamente não quer uma república fazendo altas festas madrugada afora na casa ao lado. Mas é isso que acontece com o casal Mac e Kelly e, de repente, eles se veem em uma guerra sem fim com a molecada. Tirando muita onda com a vida de adulto, o filme diverte bastante e as atuações de Seth Rogen, Rose Byrne, Zac Efron e Dave Franco estão de tirar o chapéu.

A Morte de Stalin (2018)

Esta sátira de humor sarcástico retrata um importante momento da história com um olhar no mínimo irreverente. Com um elenco sólido e talentoso, o filme conta os acontecimentos logo após a morte do ditador soviético Stalin. A forma como os políticos mais próximos dele apresentaram a sua morte ao mundo e a disputa entre eles pela sucessão do poder. Tudo isto com ótimas piadas pelo meio.

Superbad – É Hoje! (2007)

Você com certeza já assistiu diversas histórias sobre os meninos tímidos e deslocados que querem se tornar populares na escola. Superbad fala desse assunto, mas com uma roupagem toda nova que lançou Jonah Hill ao estrelato. O plano era muito simples: comprar as bebidas alcoólicas para a festa com uma identidade falsa. Mas é claro que isto dá errado e abre espaço para uma noite inesquecível!

Tá Todo Mundo Louco! (2001)

Este filme traz nada mais, nada menos que Whoopi Goldberg e Mr. Bean, ou melhor Rowan Atkinson, no elenco. É quase como ter a realeza do besteirol reunida! E eles vêm muito bem acompanhados nesta história absurda e genial da corrida maluca organizada pelo dono de um cassino. Seis moedas especiais são espalhadas no cassino e quem as encontra é convidado a participar de uma corrida por um enorme prêmio em dinheiro guardado no armário de uma estação de trem. É claro que fica todo mundo louco!

Zumbilândia (2009)

Dá pra rir no meio de um apocalipse zumbi? Dá sim, ô se dá! Zumbilândia prova isto com destreza. Após 2 meses que a doença da vaca louca evoluiu para a doença da pessoa louca e o mundo ficou cheio de zumbis, Wichita sobrevive seguindo as suas 47 Regras para Sobreviver à Zumbilândia. Uma delas é manter-se fit, porque você vai ter que correr, e muito, pela sua vida.

Gostou da lista? Que tal conhecer os 12 filmes para chorar como se estivesse cortando a cebola mais cruel?

Ana Laura Cruz
Ana Laura Cruz
Mestre em Gestão e Estudos da Cultura, especializada em Comunicação Audiovisual desde 2009. Produz textos e eventos culturais. Viaja no mundo e na maionese, sempre que possível de carona.