As 18 maiores torcidas do Brasil


Sabe qual é a maior torcida do Brasil? OK, essa é fácil: é a do Flamengo. Mas e as demais? Quem tem mais torcida: Vasco ou Fluminense? Bahia ou Vitória? Para responder a essas perguntas, criamos um ranking das 18 maiores torcidas do Brasil com base em dados de 2019 do instituto Datafolha. Utilizamos, como critérios de desempate, número de seguidores nas redes sociais e média de público nas partidas como mandante. Bora conferir?

1. Flamengo – 42 milhões

Twitter: 6,8 milhões
Facebook: 12,1 milhões
Instagram: 8,7 milhões
YouTube: 5,5 milhões
Média de público (2019): 52.537
Taxa de ocupação do estádio: 80%

Não é de hoje que o Flamengo é reconhecidamente o time que tem a maior torcida do Brasil. Um em cada cinco brasileiros diz torcer para o rubro-negro da Gávea. Em alguns momentos da história recente (como em 2012), o Corinthians chegou a ameaçar a liderança flamenguista. Mas pesquisas mais recentes vieram confirmar aquilo de que já suspeitávamos: o Mengão é mesmo o time mais popular do Brasil. Sua liderança nas redes sociais é mais um dado que comprova isso.

2. Corinthians – 29,4 milhões

Twitter: 6,1 milhões
Facebook: 11,2 milhões
Instagram: 5 milhões
YouTube: 1,25 milhão
Média de público (2019): 33.143
Taxa de ocupação do estádio: 69%

Em 2012, ano em que o Coringão chegou ao topo do mundo, o Datafolha declarou empate técnico entre Corinthians e Flamengo, cada um com 16% da preferência nacional. De lá para cá, no entanto, a vantagem entre os dois só aumentou. Interessante notar que a torcida do Corinthians é a maior do Sudeste (18%) e a terceira maior do Sul (11%), atrás apenas dos gaúchos Inter e Grêmio. Mas o que faz a diferença é a liderança esmagadora do rubro-negro nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

3. São Paulo – 16,8 milhões

Twitter: 4,3 milhões
Facebook: 6,5 milhões
Instagram: 2,9 milhões
YouTube: 1,29 milhão
Média de público (2019): 27.424
Taxa de ocupação do estádio: 45%

Em 2008, o Datafolha fez uma pesquisa com crianças entre 4 e 12 anos. O resultado foi surpreendente: o São Paulo, não o Corinthians, ocupava a 2ª posição. Naquela época, muita gente se perguntou se o São Paulo se tornaria o 2º time mais popular do Brasil. Mas não foi isso que aconteceu. Desde então, o tricolor do Morumbi firmou-se na 3ª colocação, mas ainda falta muito para ultrapassar o rival. Destaque para a grande presença de são-paulinos nas regiões Centro-Oeste (8%) e Nordeste (6%).

4. Palmeiras – 12,6 milhões

Twitter: 3,1 milhões
Facebook: 4,4 milhões
Instagram: 2,4 milhões
YouTube: 1,4 milhão
Média de público (2019): 28.774
Taxa de ocupação do estádio: 68%

Brigando com o São Paulo há anos pela 3ª posição no ranking, o Verdão aparece na 4ª colocação, mas com boa vantagem sobre Grêmio, Vasco e Cruzeiro. Tal como os três primeiros colocados, o Palmeiras tem uma torcida nacional, com bom número de adeptos no Nordeste (5%), Centro-Oeste (6%) e Norte (6%). Já no Sudeste, o Verdão fica atrás do Cruzeiro no ranking da região.

5. Grêmio – 8,4 milhões

Twitter: 2,7 milhões
Facebook: 3,1 milhões
Instagram: 1,8 milhão
YouTube: 661 mil
Média de público (2019): 21.557
Taxa de ocupação do estádio: 39%

Empatado tecnicamente com Vasco e Cruzeiro, o Grêmio leva alguma vantagem nas redes sociais, por isso aparece na 5ª colocação. A força do tricolor gaúcho está concentrada na região Sul do país, onde lidera com folga (tem 23% das preferências) em relação ao segundo colocado, seu arquirrival Inter (17%). Um dado interessante sobre a torcida gremista é que ela aparece na 8ª posição em ranking das melhores torcidas do mundo desenvolvido pelo jornal espanhol Marca.

6. Vasco – 8,4 milhões

Twitter: 2,3 milhões
Facebook: 3 milhões
Instagram: 1,3 milhão
YouTube: 842 mil
Média de público (2019): 18.154
Taxa de ocupação do estádio: 49%

Desde 1993, a torcida cruz-maltina vem oscilando entre 4 e 7% da preferência nacional. No início dos anos 2000, chegou a empatar tecnicamente com Palmeiras e São Paulo, mas de lá para cá houve ligeira queda dos vascaínos e ascensão dos adversários. Um ponto positivo do Vascão em termos de torcida é o seu programa de sócio-torcedores. São cerca de 175 mil sócios, contra 99 mil do rival do Flamengo.

7. Cruzeiro – 8,4 milhões

Twitter: 2,1 milhões
Facebook: 3 milhões
Instagram: 1,4 milhão
YouTube: 377 mil
Média de público (2019): 24.217
Taxa de ocupação do estádio: 40%

Quem tem mais torcida: Cruzeiro ou Atlético? Segundo o Datafolha, a Raposa ainda leva alguma vantagem, apesar da péssima temporada vivida pelo time mineiro em 2019. Os atleticanos vão dizer que a diferença entre as duas equipes está dentro da margem de erro (que é de 2%). E têm razão. Quando olhamos para o número de seguidores nas redes sociais, vemos que os dois principais clubes mineiros correm lado a lado para ver qual é o mais popular do seu estado.

8. Santos – 6,3 milhões

Twitter: 2,8 milhões
Facebook: 3,5 milhões
Instagram: 1,2 milhão
YouTube: 931 mil
Média de público (2019): 11.900
Taxa de ocupação do estádio: 49%

O Peixe da Vila Belmiro é um verdadeiro fenômeno nas redes sociais, chegando a ficar à frente de clubes como Cruzeiro, Vasco e Grêmio quando analisamos o nível de engajamento dos torcedores no Twitter e no Facebook. Mas como torcida não se mede apenas em curtidas, o Santos ocupa a 8ª colocação, um pouco à frente do Inter de Porto Alegre.

9. Inter – 6,3 milhões

Twitter: 1,6 milhão
Facebook: 2,5 milhões
Instagram: 1,2 milhão
YouTube: 248 mil
Média de público (2019): 24.179
Taxa de ocupação do estádio: 47%

Inter e Santos estão praticamente empatados na 8ª posição. Utilizamos como critério de desempate o engajamento nas redes sociais – quesito no qual o alvinegro da Vila está nadando de braçada. Os colorados vão dizer que o Inter leva mais gente ao estádio. É verdade. Mas quando olhamos para a taxa de ocupação do estádio (não nos esqueçamos de que o Beira-Rio é bem maior que a Vila Belmiro), vemos que a coisa é bem parelha.

10. Atlético-MG – 4,2 milhões

Twitter: 2,1 milhões
Facebook: 3,2 milhões
Instagram: 1,5 milhão
YouTube: 380 mil
Média de público (2019): 19.045
Taxa de ocupação do estádio: 56%

Apesar de ter “apenas” 2% da preferência nacional, o Galo se encontra tecnicamente empatado com Vasco, Cruzeiro, Grêmio, Inter e Santos (4% cada um), já que a margem de erro é de 2 pontos percentuais. O nível de engajamento nas redes sociais confirma o acirramento da disputa. Uma pesquisa feita pelo Ibope em 2017 confirma a 10ª colocação do Galo, apontando que o clube mineiro tem 3% das preferências dos brasileiros.

11. Fluminense – 2,1 milhões

Twitter: 1,3 milhão
Facebook: 1,4 milhão
Instagram: 639 mil
YouTube: 607 mil
Média de público (2019): 18.210
Taxa de ocupação do estádio: 28%

O Fluzão é a terceira força do Rio de Janeiro nas arquibancadas, ficando atrás de Vasco e Flamengo. Pesquisa de 2014 feita pelo Instituto Informa dá conta de que, dentro do estado do Rio, o Flu tem cerca de 10% das preferências, ficando à frente do Botafogo (7,7%). O Vasco aparece com 18%. Mas a grande diferença do Flu em relação ao Vasco, por exemplo, se dá fora do estado Rio, onde a presença de tricolores não é tão significativa.

12. Botafogo – 2,1 milhões

Twitter: 1,3 milhão
Facebook: 1,3 milhão
Instagram: 541 mil
YouTube: 267 mil
Média de público (2019): 13.035
Taxa de ocupação do estádio: 28%

Quando olhamos para os critérios, o Fogão aparece em pé de igualdade com o Bahia, mas leva pequena vantagem nas redes sociais. Um dado curioso sobre a torcida botafoguense é a quantidade de “torcedores mistos” – ou seja, torcedores que declaram o Fogão como 2ª opção. O número de pessoas que se dizem simpatizantes do Botafogo é quase igual ao seu número real de torcedores.

13. Bahia – 2,1 milhões

Twitter: 1,4 milhão
Facebook: 1,1 milhão
Instagram: 660 mil
YouTube: 128 mil
Média de público (2019): 24.958
Taxa de ocupação do estádio: 50%

O Bahia é mais um clube com 1% da preferência nacional. A rigor, está tecnicamente empatado com Fluminense e Botafogo na 11ª posição. O principal critério de desempate usado por nós foi o engajamento nas redes sociais. Como vemos, o clube de maior torcida da Bahia, apesar de levar bastante gente ao estádio (quase 25 mil pessoas), ainda precisa crescer mais nas redes sociais para ultrapassar Flu e Botafogo.

14. Sport – 2,1 milhões

Twitter: 1,5 milhão
Facebook: 1 milhão
Instagram: 628 mil
YouTube: 115 mil
Média de público (2019): 12.648
Taxa de ocupação do estádio: 36%

Segundo o instituto de pesquisas Uninassau, a maior torcida da capital pernambucana é a do Sport, com 33,1% das preferências (cerca de 540 mil pessoas). Vêm logo atrás Santa Cruz (24,1%) e Náutico (11,6%). Com isso, podemos inferir que ¼ da torcida do Leão da Ilha está concentrada em Recife. Para que a torcida do Sport cresça ainda mais, o clube precisa ganhar adeptos em outras regiões do país.

15. Ceará – 2,1 milhões

Twitter: 323,6 mil
Facebook: 889,6 mil
Instagram: 706 mil
YouTube: 131 mil
Média de público (2019): 22.755
Taxa de ocupação do estádio: 33%

Devido à enorme semelhança nos números, os dois grandes clubes cearenses aparecem tecnicamente empatados na 15ª posição. O Ceará leva pequena vantagem nas redes sociais. Já o Fortaleza levou em 2019 um pouco mais de gente aos estádios. É preciso destacar, porém, que no estado do Ceará a vantagem ainda é do Vozão, que tem 15% da preferência, contra 12% do arquirrival Fortaleza (SVM/Instituo Opnus, 2019). O Flamengo ainda tem superioridade numérica no estado (17%). O Ceará é soberano quando analisamos os dados da capital (28%) e da região metropolitana (29%).

16. Fortaleza – 2,1 milhões

Twitter: 270,4 mil
Facebook: 919,4 mil
Instagram: 663 mil
YouTube: 167 mil
Média de público (2019): 28.236
Taxa de ocupação do estádio: 42%

No aspecto simpatia, o Fortaleza chega a superar o Botafogo. Quem diz isso é uma pesquisa Ibope/Repucom, realizada em 2017, que incluiu no seu questionário a seguinte pergunta: "Você tem um segundo time do coração?" Nesse quesito, poucos clubes brasileiros superam o Tricolor de Aço (um deles é a Chape). De todas as pessoas que citaram o Fortaleza nessa pesquisa, 46% o fizeram como 2ª opção. O Fortaleza está praticamente empatado com o Vozão na 15ª colocação. Pesou para que o Tricolor ficasse em 16º a pequena desvantagem nas redes sociais e a superioridade numérica do rival no estado do Ceará.

17. Vitória – 2,1 milhões

Twitter: 1,1 milhão
Facebook: 488,7 mil
Instagram: 337 mil
YouTube: 49,2 mil
Média de público (2019): 5.875
Taxa de ocupação do estádio: 17%

Em termos de torcida, o Vitória aparece tecnicamente empatado com vários outros clubes, inclusive com seu arquirrival Bahia. Alguns fatores foram determinantes para a torcida rubro-negra aparecer na 17ª colocação, como as redes sociais, a presença da torcida nos estádios e a desvantagem local em relação ao Bahia, que ainda tem mais torcida (4% contra 2%). Lembrando que na região Nordeste quem lidera é outro rubro-negro, o Flamengo, com 27% das preferências.

18. Santa Cruz – 2,1 milhões

Twitter: 243,8 mil
Facebook: 547 mil
Instagram: 275 mil
YouTube: 64,4 mil
Média de público (2019): 6.166
Taxa de ocupação do estádio: 10%

Como se pode imaginar, a rivalidade entre Santa Cruz e Sport extrapola as quatro linhas, invadindo as arquibancadas. Mas em Pernambuco a maior torcida ainda é a do Sport. São 33,1% contra 24,1% a favor do clube rubro-negro. Olhando para os números nas redes sociais, dá para dizer que o tricolor ainda pode crescer muito a nível nacional. Na pesquisa Ibope de 2018, o Santa aparece na 17ª colocação, com 1% da preferência dos brasileiros.

Seleção Brasileira – 4,2 milhões

A Seleção Brasileira é um caso à parte. Quando tem Copa do Mundo, muita gente mal se lembra de seu clube do coração. Mas na maior parte do ano ficamos praticamente alheios ao que se passa com o time que representa o Brasil. Ainda assim, 2% dos brasileiros declaram torcer para a Seleção em primeiro lugar.

Outros – 6,3 milhões

3% dos brasileiros (o equivalente às torcidas de Santos ou Inter) torcem para outros clubes. Ao todo, há 742 clubes profissionais no Brasil. Isso significa que, se excluirmos os 18 clubes de maior torcida desta lista, ficamos com 724 clubes, dividindo entre si a paixão de 6,3 milhões de brasileiros.

Nenhum – 46,2 milhões

“Pátria de chuteiras”. “País do futebol”. Você já deve ter ouvido essas expressões que fazem referência à paixão do brasileiro pelo esporte bretão. Mas quando sabemos que 46,2 milhões de brasileiros (22%) não torcem para nenhum clube, passamos a repensar algumas coisas. Será que o brasileiro é tão apaixonado por futebol como dizem?

Talvez a resposta seja sim e não. A paixão, de fato, existe. Mas talvez ela não seja tão abrangente quanto parece, tendo em vista que a “maior torcida” do Brasil – maior até que a do Flamengo – é composta justamente pelos sem torcida.

Gostou dessa lista? Então experimente ler estas também: