Os 50 melhores livros para ler antes de morrer


Alguns livros merecem ser lidos pelo menos uma vez na vida. Mesmo com muitas adaptações para o cinema, nada substitui a leitura da obra original. Pensando nisso, fizemos uma lista que contém alguns dos melhores livros de todos os tempos. Entre clássicos da literatura mundial e brasileira até os livros contemporâneos que impactaram leitores assim que foram lançados.

Para todos os gostos, esta lista também inclui diversos gêneros como romance, ficção, poema e aventura. Aqui estão os 50 melhores livros para ler antes de morrer!

1. Orgulho e Preconceito - Jane Austen

Orgulho e Preconceito

Se você procura bons livros para ler, os romances de Jane Austen são sempre uma ótima escolha. Poucas histórias de amor se comparam ao clássico da literatura inglesa Orgulho e Preconceito. Quando Elizabeth Bennett conhece o senhor Darcy, de início eles se odeiam. Mas, através de várias aventuras, cada um vai descobrir o bom carácter do outro. Mesmo assim, será que conseguem largar o orgulho (e o preconceito) para admitir o que sentem?

2. 1984 - George Orwell

maiores-e-melhores-1984

Em um país controlado por um regime totalitário, um homem vai se rebelar contra o sistema. Mas cada ação e até cada pensamento dele está sendo vigiado… Escrito em 1948, esse livro é quase profético sobre os perigos modernos da vigilância do Estado, da alteração da História e da criação de fake news.

Não tem tempo para livros grandes? Encontre aqui algo mais à sua medida: os 7 melhores livros para ler em uma sentada.

3. Dom Quixote de la Mancha - Miguel de Cervantes

maiores-e-melhores-dom-quixote-de-la-mancha

Um dos maiores clássicos da literatura espanhola, Dom Quixote conta a história de um cavaleiro que leu demasiados romances e enlouqueceu. Dom Quixote agora pensa que é um herói, como nos livros que leu, e sai em busca de aventuras com seu leal escudeiro, Sancho Pança. Esse livro cômico inspirou muitas outras sátiras ao longo da História.

4. O Pequeno Príncipe - Antoine de Saint-Exupéry

maiores-e-melhores-o-pequeno-principe

Esse livro vale tanto pelas palavras quanto pelas ilustrações. Embora seja (oficialmente) um livro infantil, O Pequeno Príncipe analisa questões profundas sobre a vida humana. O príncipe da história vive em um pequeno planeta, onde cuida de um rosa. Quando decide visitar outros planetas, aprende o valor do amor e da criatividade.

5. Dom Casmurro - Machado de Assis

maiores-e-melhores-dom-casmurro-machado

Existem muitos livros que exploram o ciúme no casamento, mas poucos o fazem tão bem como Dom Casmurro. A história se centra na vida de Bento Santiago, que ganhou o apelido de Casmurro. Bento se apaixona e casa com uma mulher pobre chamada Capitu, mas começa a desconfiar de sua infidelidade. E o resto… Só lendo!

É fã de literatura brasileira? Leia também: 14 dos maiores clássicos da literatura brasileira.

6. O Bandolim do Capitão Corelli - Louis de Bernières

maiores-e-melhores-o-Bandolim_de_Corelli

Com um estilo e uma linguagem muito distintos, O Bandolim do Capitão Corelli conta a história do amor entre duas pessoas em lados opostos da 2ª Guerra Mundial. Pelagia é grega e não gosta dos invasores italianos. Mas mas o capitão Corelli vai desafiar seus sentimentos. Um livro muito invulgar e interessante.

7. O Conde de Monte Cristo - Alexandre Dumas

maiores-e-melhores-o-conde-de-monte-cristo

Amor, vingança, traição e tesouro! Edmond Dantès perde tudo quando é traído por um companheiro invejoso. Agora, com uma nova identidade, ele sairá em busca de vingança, procurando destruir totalmente seus inimigos. Desde que foi publicado, O Conde de Monte Cristo nunca deixou de ser popular e inspirou muitas outras histórias.

8. Um Estudo em Vermelho - Arthur Conan Doyle

maiores-e-melhores-um-estudo-em-vermelho

A primeira história do famoso detetive Sherlock Holmes e seu fiel companheiro, John Watson. Quando um assassinato estranho confunde a polícia, Holmes terá de empregar toda sua inteligência para resolver o mistério e apanhar o culpado, antes que uma pessoa inocente pague o preço… Para fãs do detetive, não há melhor lugar para começar.

9. O Processo - Franz Kafka

maiores-e-melhores-o-processo

Uma crítica à burocracia, O Processo conta a história de Joseph K., preso e julgado por um crime que desconhece. Como ninguém lhe diz qual foi o crime que cometeu, o protagonista não consegue se defender. A história fica cada vez mais bizarra, enquanto Joseph K. procura uma solução para uma situação impossível.

10. Cem Anos de Solidão - Gabriel García Márquez

maiores-e-melhores-cem-anos-de-solidão

Nessa obra-prima de Gabriel García Márquez encontramos o retrato de 7 gerações de uma família colombiana. Os membros da família Buendía têm todos histórias de vida estranhas e fantásticas, ligadas à cidade que fundaram. Uma mistura invulgar de fantasia e realismo, Cem Anos de Solidão é considerado um dos melhores livros escritos em espanhol.

11. O Coração das Trevas - Joseph Conrad

maiores-e-melhores-o-coração-das-trevas

O Coração das Trevas foi pioneiro no questionamento do colonialismo e da “civilização” branca. O aventureiro Charles Marlow faz uma viagem ao coração da África, onde os colonos europeus estão tentando impor sua cultura. As aventuras de Marlow vão levar à descoberta das trevas de sua própria cultura, mudando sua visão sobre o mundo.

12. Eu, Robô - Isaac Asimov

maiores-e-melhores-eu-robo

E se toda inteligência artificial fosse programada com 3 leis para proteger a humanidade? Essa é a ideia central desta série de contos de Isaac Asimov, que tem inspirado cientistas pelo mundo inteiro. Em um futuro não tão distante, a inteligência artificial é real mas as 3 Leis da Robótica nem sempre funcionam como esperado…

13. O Senhor dos Anéis - J. R. R. Tolkien

maiores-e-melhores-o-senhor-dos-aneis

Vá, são 3 livros, mas se você gosta de mundos fantásticos, não pode deixar de ler esta obra-prima. Acompanhe a história de Frodo, um humilde hobbit que tem a missão de destruir o Anel do Poder, para salvar seu mundo da destruição. Rico em detalhes e línguas inventadas, O Senhor dos Anéis transformou a literatura fantástica.

14. Guerra e Paz - Leo Tolstói

maiores-e-melhores-guerra-e-paz

Se prepare mentalmente, porque este livro é gigante! A obra-prima de Tolstói conta a história de 5 famílias aristocráticas na Rússia e como foram afetadas pela invasão de Napoleão. Entre intrigas, romances, batalhas e surpresas, esse livro é um verdadeiro épico da literatura russa.

15. Grande Sertão: Veredas - João Guimarães Rosa

maiores-e-melhores-grande-sertao-veredas

Considerado por muitos como o maior escritor brasileiro, João Guimarães Rosa lançou sua epopéia Grande Sertão: Veredas em 1956. O livro é não só um clássico da literatura lusófona, mas também mundial. A história se passa no sertão brasileiro e acompanha a jornada do jagunço Riobaldo, as guerras e conflitos no sertão e também seu relacionamento com o intrigante jagunço Diadorim. O escritor traz a linguagem sertaneja para a voz de seu protagonista, utilizando neologismos que muitas vezes podem ser incompreensíveis, mas que fazem total sentido na saga que é ler este grande clássico literário.

16. O Retrato de Dorian Gray - Oscar Wilde

maiores-e-melhores-o-retrato-de-dorian-gray

O único romance do escritor, poeta e dramaturgo Oscar Wilde é uma visão crítica, cínica e irônica da sociedade londrina no final do Século XIX. O livro conta a história de um belo jovem que tem seu retrato pintado por Basil Hallward, um artista obcecado pela beleza de Dorian. Ao longo dos anos, o personagem vai cometer diversos pecados e negligências. Sua beleza vai continuar intacta, enquanto o seu quadro receberá todas as marcas dos anos que se passaram.

17. A Redoma de Vidro - Sylvia Plath

maiores-e-melhores-a-redoma-de-vidro

Uma das maiores poetisas de todos os tempos, Sylvia Plath lançou A Redoma de Vidro em 1963. Este seria o seu primeiro e único romance. A autora retrata no livro a vida da protagonista Esther Greenwood, que assim como Plath, sofre de diversos transtornos mentais, como a bipolaridade e a depressão.

18. A Hora da Estrela - Clarice Lispector

maiores-e-melhores-a-hora-da-estrela

Se você procura bons livros para ler, qualquer obra de Clarice Lispector pode entrar na sua lista. A escritora brasileira é uma das mais celebradas no mundo literário de todos os tempos. Em A Hora da Estrela, ela conta a história de Macabea, uma datilógrafa que migra de Alagoas para o Rio de Janeiro. O livro também conta a história do narrador, Rodrigo S.M. e de suas reflexões sobre a vida e o próprio processo de escrita.

19. Ensaio Sobre a Cegueira - José Saramago

maiores-e-melhores-ensaio-sobre-a-cegueira

Único escritor lusófono a receber o prestigiado prêmio Nobel de Literatura, José Saramago é sem dúvida um dos maiores escritores do nosso tempo. Em Ensaio Sobre a Cegueira, o escritor português cria um ambiente improvável para fazer uma análise crítica sobre a fragilidade da nossa sociedade, assim como revelar os instintos que nos tornam ao mesmo tempo humanos e animais.

20. Maurice - E.M. Forster

maiores-e-melhores-maurice

Um dos maiores romancistas britânicos, Edward Morgan Forster, também conhecido como E.M. Forster, possui uma vasta lista de obras associadas ao seu nome. Contudo, seu romance mais autobiográfico foi escrito em 1913 e só conseguiu ser publicado em 1971, após a sua morte. Maurice conta a história de um estudante aristocrata inglês e a descoberta da sua sexualidade na universidade de Cambridge. É uma bela história de amadurecimento e liberdade em uma época onde o próprio autor não tinha o direito de expressar sua própria identidade.

21. Por quem os Sinos Dobram - Ernest Hemingway

maiores-e-melhores-por-quem-os-sinos-dobram

Ernest Hemingway participou de um seleto grupo de artistas e intelectuais que moraram em Paris no início do Século XX e influenciou uma geração de movimentos artísticos que viriam a surgir. Seu livro mais famoso, Por quem os Sinos Dobram, revelam as condições humanas no ambiente da Guerra Civil Espanhola. O próprio escritor serviu como voluntário nestes eventos e narrou com precisão e firmeza diversos detalhes que presenciou. Em português, o texto conta com a tradução de Monteiro Lobato.

22. Hamlet - William Shakespeare

maiores-e-melhores-hamlet

Considerado por muitos estudiosos como o maior dramaturgo de todos os tempos, William Shakespeare tem por vezes sua própria identidade questionada. Seja o autor quem for, o fato é que a peça Hamlet é de longe uma das maiores influências literárias de toda a história da humanidade. “Ser, ou não ser, eis a questão”.

23. Morte em Veneza - Thomas Mann

maiores-e-melhores-morte-em-veneza

Recipiente do Prêmio Nobel de Literatura em 1929, Thomas Mann foi um dos maiores escritores alemães de todos os tempos. Em seu livro, Morte em Veneza, ele explora os conceitos de beleza e obsessão. O livro conta a história de um homem mais velho que se apaixona platonicamente por um jovem polaco em suas férias na cidade de Veneza. Ele vai estudar e refletir sobre os conceitos de beleza e nunca chegará a ter contato de fato com o garoto. Como o próprio nome da obra revela, o protagonista tem seu trágico fim em uma praia da cidade italiana.

24. Em Busca do Tempo Perdido - Marcel Proust

maiores-e-melhores-em-busca-do-tempo-perdido

Sete livros constituem a saga de Em Busca do Tempo Perdido do escritor francês Marcel Proust. Considerado por muitos como uma das maiores influências literárias do Século XX, os livros foram traduzido no Brasil por autores como Carlos Drummond de Andrade e Manuel Bandeira. Terminar este clássico que em sua edição de bolso possui mais de 3.500 páginas é uma longa jornada, mas com toda certeza, valerá a pena.

25. O Banquete - Platão

maiores-e-melhores-o-banquete

A República de Platão é sem dúvida o livro mais conhecido do filósofo grego. Contudo, o Banquete, também conhecido como Simpósio, é de longe, o mais belo. Nesta conversa, Platão vai discutir as naturezas do amor e da alma. Um clássico da filosofia escrito por volta de 380 A.C e que ecoa até hoje quando falamos de um tema universal: o amor.

26. Folhas de Relva - Walt Whitman

maiores-e-melhores-folhas-de-relva

Walt Whitman é considerado um dos mais influentes poetas de todos os tempos. Durante a sua vida, Whitman escreveu e reescreveu sua obra-prima Folhas de Relva inúmeras vezes e só autorizou a edição do seu “leito de morte”. O livro conta com quase 400 poemas que abordam temas como a sensualidade, o prazer, o corpo, o espírito e o amor.

27. On The Road: Pé na Estrada - Jack Kerouac

maiores-e-melhores-on-the-road

O nome mais conhecido da Geração Beat, movimento literário dos anos 50 nos Estados Unidos, Jack Kerouac revelou as mazelas da sociedade norte-americana neste que é considerado um dos melhores livros de todos os tempos. Em On The Road, o escritor acompanha o personagem autobiográfico Sal Paradise e seu relacionamento principal com o jovem de espírito livre Dean Moriarty ao longo de várias viagens pelas estradas dos Estados Unidos.

28. Uivo e outro poemas - Allen Ginsberg

maiores-e-melhores-uivo

O poeta mais proeminente da Geração Beat norte-americana, Allen Ginsberg publicou este livro de poemas com 30 anos de idade, tornando-se um dos maiores e mais influentes escritores de sua geração. Em Uivo e outro Poemas Ginsberg faz uma análise crítica sobre a sociedade norte-americana dos anos 50 com uma escrita frenética e aguçada. O livro sofreu tentativas de censura à época, o que o tornou ainda mais popular.

29. As Vinhas da Ira - John Steinbeck

maiores-e-melhores-as-vinhas-de-ira

Ambientado durante a Grande Depressão norte-americana, As Vinhas da Ira é um dos romances mais celebrados da literatura mundial. Ele conta a história de fazendeiros no estado do Oklahoma durante uma seca. Sua adaptação para os cinemas foi realizada um ano após a publicação do livro e foi dirigido pelo célebre John Ford.

30. Pulp - Charles Bukowski

maiores-e-melhores-pulp

Charles Bukowski pode não agradar a todos, mas o conjunto de sua obra é sem dúvida uma grande influência para muitos artistas contemporâneos. Seu último romance, Pulp, reúne os temas e a escrita pela qual o autor ficou mais famoso: álcool, mulheres, assassinatos, investigação, e outros. É um ótimo livro para começar a conhecer este escritor que é ao mesmo tempo cultuado e odiado.

31. Crime e Castigo - Fiódor Dostoiévski

maiores-e-melhores-crime_e_castigo

Dostoiévski é uma das maiores influências para os pensamentos filosóficos que nasceram no Século XIX e XX. Suas obras afetaram pensadores como Nietzsche e Freud. Em Crime e Castigo, o escritor russo aborda as questões do existencialismo através de um personagem atormentado pelo arrependimento de um crime que cometeu.

32. Mrs. Dalloway - Virginia Woolf

maiores-e-melhores-mrs-dalloway

Uma das maiores figuras literárias feministas de todos os tempos, Virginia Woolf escreveu obras que exploraram a psique feminina e ao mesmo tempo que analisavam com precisão a sociedade a sua volta. Mrs. Dalloway é uma de suas obras mais famosas. O livro se passa na mente de Clarissa, uma socialite britânica que irá realizar uma festa no final do dia. A clássica primeira frase: "Mrs. dalloway disse que ela mesma iria comprar as flores" é uma das mais conhecidas pelos aficionados por literatura clássica.

33. Uma Temporada no Inferno - Arthur Rimbaud

maiores-e-melhores-uma-temporada-no-inferno

Um dos poetas mais influentes de todos os tempos, Arthur Rimbaud, teve uma carreira literária curta, mas o que ele produziu ecoa indiscutivelmente até hoje na literatura, música e cinema contemporâneo. Chamado de “L’Enfant Terrible” (a criança terrível) por seus atos anárquicos desde a adolescência, Rimbaud teve um caso amoroso público com o também poeta Paul Verlaine, chocando a sociedade européia do Século XIX. Suas obras mais conhecidas contam com os livros Iluminações e Uma Temporada no Inferno que influenciaram alguns dos maiores e mais importantes movimentos artísticos do Século XX.

34. O Grande Gatsby - F. Scott Fitzgerald

maiores-e-melhores-o-grande-gatsby

Um dos livros mais cultuados de todos os tempos, O Grande Gatsby é considerado a obra-prima do escritor F. Scott Fitzgerald. O livro conta a história de um misterioso milionário que realiza épicas festas na ilha de Long Island em Nova York. O vizinho de Gatsby, Nick, acaba descobrindo que a real intenção das festas é a recuperação do amor perdido de Gatsby, Daisy. A adaptação para os cinemas realizada pelo diretor Baz Luhrmann em 2013 ressaltou a exuberância dos anos 20 e a caça pelo sonho americano.

Gosta de livros? Conheça os 15 livros mais vendidos de todos os tempos!

35. O Sol é para Todos - Harper Lee

maiores-e-melhores-o-sol-e-para-todos

Um dos livros mais importantes para os temas de desigualdade racial nos Estados Unidos, O Sol é para Todos concedeu à escritora Harper Lee o prêmio Pulitzer de ficção em 1961. O livro é narrado a partir da perspectiva de uma menina de seis anos de idade ao longo de três anos em uma cidade pequena do Alabama. Dentre vários acontecimentos, Jean Louise Finch vai acompanhar seu pai ser o advogado de defesa de um homem negro acusado de estupro. O personagem de Atticus Finch virou sinônimo e referência da moral da profissão de direito nos Estados Unidos.

36. Lolita - Vladimir Nabokov

maiores-e-melhores-lolita

Um dos livros mais controversos de todos os tempos, Lolita do russo norte-americano Vladimir Nabokov foi lançado pela primeira vez em 1955 e causou um grande impacto na sociedade da época. Ele conta a história de um homem de meia idade que se apaixona por uma garota de apenas 12 anos. O livro é contado a partir do ponto de vista do personagem principal e dessa forma, deve ser lido através de seus olhos obcecados, compulsivos e cheios de luxúria. A escrita de Nabokov é sem sombra de dúvidas, uma das mais belas e dinâmicas da literatura moderna.

37. O Apanhador no Campo de Centeio - J. D. Salinger

maiores-e-melhores-o-apanhador-no-campo-de-centeio

Histórias que possuem adolescentes como protagonistas não estavam na moda quando O Apanhador no Campo de Centeio foi lançado em 1951. É por isso, que ele foi considerado um marco na literatura mundial e continua sendo um dos livros mais aclamados em todo o mundo. Com uma escrita energética, o livro se passa em um final de semana, sob a visão de Holden Caulfield, um jovem que reflete sobre temas como sexualidade, alienação, hipocrisia social e outros.

38. Odisseia - Homero

maiores-e-melhores-odisseia

O clássico poema épico de Homero é sem sombra de dúvidas uma literatura fundamental para quem gostaria de ler as obras mais importantes já escritas do mundo. Esta é a continuação da Ilíada, escrita também pelo autor grego. Em Odisseia, Homero relata o regresso de Odisseu, ou Ulisses, para Ítaca após a guerra de Tróia.

39. A Divina Comédia - Dante Alighieri

maiores-e-melhores-a-divina-comedia

O livro que inspirou milhares de obras de arte desde seu lançamento entre 1304 e 1321, A Divina Comédia é dividida em três partes: o inferno, o purgatório e o paraíso.O poema de caráter épico e teológico toca em assuntos relativos à espiritualidade e a alma humana. Ele é um dos mais importantes textos italianos já escritos e continua sendo uma fonte de inspiração para diversos meios artísticos.

40. Alice no País das Maravilhas - Lewis Carroll

maiores-e-melhores-alice

A clássica obra infantil Alice no País das Maravilhas já foi adaptada para inúmeras mídias e continua sendo uma importante influência para autores contemporâneos. Lewis Carroll, conta a história de uma menina que cai em uma toca de coelho e encontra personagens antropomórficos em sua jornada de voltar para casa. Surrealista e brilhante, Alice nos lembra da importância dos sonhos de uma criança.

41. Graça Infinita - David Foster Wallace

maiores-e-melhores-graca-infinita

Complexo e longo são alguns dos termos utilizados para quem já tentou ler Graça Infinita. Um clássico instantâneo quando lançado em 2014, o livro aborda temas como tênis, alcoolismo, conspirações políticas e terrorismo em um futuro não muito distante, onde a América do Norte se encontra unificada. O título do livro se refere à um filme que, quando assistido, faz com que as pessoas não consigam parar de vê-lo e consequentemente morrem. A fita começa a ser utilizada como arma de guerra e os mistérios por trás dos personagens do filme e da família do cineasta são aos poucos desvendados ao longo da história.

42. Pergunte ao Pó - John Fante

maiores-e-melhores-pergunte-ao-po

Se você aprecia a escrita de Bukowski, John Fante é um autor fundamental para entendê-lo. Seu livro mais famoso é Pergunte ao Pó, que faz parte de uma série de histórias com o protagonista Arturo Bandini, uma espécie de alter ego do próprio escritor. Nesta história, Bandini está em Los Angeles, onde tenta ser um escritor de sucesso. Seu relacionamento com uma garçonete chamada Camilla Lopez fará com que sua sanidade mental seja colocada à prova durante a narrativa.

43. O Som e a Fúria - William Faulkner

maiores-e-melhores-o-som-e-a-furia

Lançado inicialmente em 1929, O Som e a Fúria é uma das obras mais aclamadas do escritor norte-americano William Faulkner. O livro é dividido em quatro partes e tem como foco uma família aristocrática do sul dos Estados Unidos. O livro é um dos marcos da técnica narrativa conhecida como fluxo de consciência e foi uma das obras mais importantes para garantir à Faulkner o Prêmio Nobel de Literatura em 1949.

Veja também: Os 17 melhores livros de suspense e terror para roer as unhas lendo

44. Grandes Esperanças - Charles Dickens

maiores-e-melhores-grandes-esperanças

Adaptado inúmeras vezes para o cinema e a televisão, Grandes Esperanças é a obra mais conhecida do romancista inglês Charles Dickens. Ele conta a jornada de vida de Philip Pirip, chamado de Pip, que recebe uma fortuna de um benfeitor anônimo e se torna um cavalheiro na sociedade londrina. Os mistérios que envolvem a sua infância, assim como seu primeiro amor, serão revelados ao longo da narrativa.

45. Jane Eyre - Charlotte Bronte

maiores-e-melhores-jane-eyre

Bildungsroman é um termo utilizado na crítica literária para romances que acompanham o processo de amadurecimento de um personagem, desde a sua infância ou adolescência até a vida adulta. O clássico livro Jane Eyre é um marco deste gênero e já foi adaptado diversas vezes para o cinema e a televisão. Ele conta a história de vida de Jane Eyre e os mistérios do seu passado com diversos elementos da literatura gótica.

46. As Mil e uma Noites

maiores-e-melhores-mil-e-uma-noites

Uma compilação de diversas histórias do Oriente Médio e do sul asiático estão incluídas no clássico As Mil e uma Noites. Com diversos temas que passam pelo folclore oriental, o livro ganha o título a partir de uma história de destaque. Ela é contada pela perspectiva de Sherazade, esposa do rei persa Xariar. Na história, o rei tem relações todas as noites com uma noiva diferente e manda matá-las na manhã seguinte. Para se livrar deste trágico fim, Sherazade conta histórias para entreter o rei por mil e uma noites.

47. Os Miseráveis - Victor Hugo

maiores-e-melhores-os-miseraveis

Um dos maiores clássicos da literatura francesa, Os Miseráveis revela os conflitos bélicos da França entre a batalha de Waterloo e os motins de 1832. Na história, somos introduzidos a diversos personagens clássicos, como Fantine, Cosette e Marius, mas a narrativa é mais centrada no condenado Jean Valjean. Diversas adaptações da história já foram realizadas para diversas mídias diferentes, sendo o musical de 1980 muito aclamado ao redor do mundo.

48. Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis

maiores-e-melhores-memorias-postumas

Considerada a obra que iniciou o movimento literário conhecido como realismo no Brasil, Memórias Póstumas de Brás Cubas é antes de qualquer coisa, inovador. A escrita de Assis revela questões como a escravidão e as diferenças sociais sob a ótica de um narrador defunto que tem o desejo de escrever sua autobiografia.

49. O Conto da Aia - Margaret Atwood

maiores-e-melhores-o-conto-da-aia

Uma das histórias mais celebradas em anos recentes devido a aclamada adaptação para televisão, O Conto da Aia revela os perigos de governos extremistas e as consequências que isso implica na vida de milhões de pessoas. Em um futuro não muito distante, um governo religioso toma conta dos Estados Unidos. Devido a crise de infertilidade, famílias religiosas possuem mulheres férteis para procriarem. De acordo com a autora, as histórias relatadas na obra são inspiradas em governos e imposições reais que já aconteceram em várias partes do mundo.

50. Mulherzinhas - Louisa May Alcott

maiores-e-melhores-mulherzinhas

Uma das obras mais celebradas e adaptadas em todo o mundo, Mulherzinhas conta a história de quatro irmãs que cresceram durante a Guerra Civil Norte-Americana. A escrita de Alcott faz com que a gente se apaixone pelas personagens e nos fazem torcer por cada uma delas.

Gostou desses livros? Então veja: os 14 melhores livros de romance para você se derreter.