Os 22 melhores filmes brasileiros de todos os tempos!


Desde os primeiros anos do século XX que o cinema nacional produz ótimos filmes. Dentre eles, destacamos 22 preciosidades, daqueles que todo mundo que curte a 7ª Arte tem que conhecer. E o melhor é que a maior parte desses filmes estão disponíveis online! Na nossa lista, demos destaque a filmes brasileiros de comédia e também àqueles clássicos antigos. Bora conferir?

1. O Som ao Redor

  • Ano: 2013
  • Direção: Kleber Mendonça Filho
  • Gênero: suspense, drama

Esse filme do aclamado diretor Kleber Mendonça é, sem dúvida alguma, uma das melhores produções do cinema nacional no século XXI. O Som ao Redor começa com a chegada de uma milícia a uma rua de classe média da cidade do Recife, onde diferentes narrativas acabam se cruzando. Segundo a Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), é o 15º melhor filme da história do cinema nacional.

2. Central do Brasil

  • Ano: 1998
  • Direção: Walter Salles
  • Gênero: drama

Esse road movie de Walter Salles é uma verdadeira joia rara do cinema nacional. O filme conta a história de um encontro um tanto inusitado: Dora, uma ex-professora que escreve cartas na Central do Brasil, e o menino Josué, que fica órfão da noite para o dia. O filme, que emocionou o mundo, recebeu duas indicações ao Oscar: nas categorias melhor filme estrangeiro e melhor atriz (Fernanda Montenegro).

3. Cidade de Deus (disponível no YouTube)

  • Ano: 2002
  • Direção: Fernando Meirelles
  • Gênero: ação

Com 4 indicações ao Oscar, Cidade de Deus foi um dos maiores fenômenos da história do cinema brasileiro. Sob a ótica do protagonista-narrador Buscapé, o espectador é conduzido pelos becos e vielas da Cidade de Deus num contexto de ascensão do crime organizado.

4. Tropa de Elite (disponível no YouTube)

  • Ano: 2007
  • Direção: José Padilha
  • Gênero: ação

Vencedor do Urso de Ouro em 2008, Tropa de Elite marcou época e gerou muita discussão. Será o Capitão Nascimento (interpretado por Wagner Moura) um herói? O filme faz apologia da tortura e outras práticas criminosas por parte de agentes do Estado? Seja como for, o filme é eletrizante e imperdível para quem gosta de um bom filme de ação.

Leia também: Dos clássicos aos pipoca: conheça os 15 melhores filmes de ação!

5. O que é isso, companheiro? (disponível no YouTube)

  • Ano: 1997
  • Direção: Bruno Barreto
  • Gênero: drama

Esse filme, baseado no livro homônimo de Fernando Gabeira, conta a história do sequestro do embaixador norte-americano no Brasil Charles Elbrick, em setembro de 1969, por militantes políticos clandestinos que lutavam contra a ditadura militar. Foi indicado ao Oscar na categoria melhor filme estrangeiro em 1998.

6. Lavoura Arcaica

  • Ano: 2001
  • Direção: Luiz Fernando Carvalho
  • Gênero: drama

Lavoura Arcaica, baseado no romance homônimo de Raduan Nassar, conta a história de André (Selton Mello), que foge da casa paterna por não suportar o ambiente asfixiante da vida tradicional. Segundo os críticos da Abraccine, é o 16º melhor filme brasileiro da história.

7. Que Horas ela Volta? (disponível no YouTube)

  • Ano: 2015
  • Direção: Anna Muylaert
  • Gênero: drama

Regina Casé interpreta Val, uma emprega doméstica pernambucana que trabalha e mora há anos na casa dos patrões, em São Paulo. A suposta harmonia da relação entre Val e a família para a qual trabalha é quebrada quando sua filha Jéssica vai a São Paulo para se preparar para o vestibular.

Os melhores filmes brasileiros de comédia

8. O Auto da Compadecida (disponível no YouTube)

o auto da compadecida

  • Ano: 2000
  • Direção: Guel Arraes
  • Gênero: comédia dramática

O Auto da Compadecida foi o filme brasileiro de maior bilheteria no ano 2000, tendo vencido o Grande Prêmio Cinema Brasil em 4 categorias. Baseado na peça de teatro de Ariano Suassuna, o filme conta as aventuras hilariantes de Chicó e João Grilo no interior da Paraíba nos anos 30. A história é tão cativante que é impossível desgrudar os olhos da tela.

9. Macunaíma (disponível no YouTube)

Macunaíma

  • Ano: 1969
  • Direção: Joaquim Pedro de Andrade
  • Gênero: comédia, fantasia

O 10º melhor filme da história do cinema nacional, segundo os críticos da Abraccine, é um verdadeiro clássico. Baseado no romance homônimo de Mário de Andrade, o filme narra a história de Macunaíma, o herói sem nenhum caráter, do seu nascimento às margens do rio Uraricoera, em Roraima, às suas aventuras na cidade grande. O filme conta com atores consagrados do cinema brasileiro, como Grande Otelo, Paulo José e Milton Gonçalves.

10. Todas as Mulheres do Mundo

todas as mulheres do mundo

  • Ano: 1967
  • Direção: Domingos Oliveira
  • Gênero: comédia

Este clássico do cinema nacional é considerado uma das melhores comédias brasileiras de todos os tempos, ocupando o 37º lugar na lista da Abraccine. Trata-se da história de um mulherengo, Paulo (Paulo José), que se apaixona e acaba conquistando o coração de Maria Alice (Leila Diniz), que rompe o noivado para ficar com ele.

11. O Palhaço

  • Ano: 2011
  • Direção: Selton Mello
  • Gênero: comédia dramática

Benjamin é um palhaço que está em meio a uma crise existencial: será que continua sua carreira no circo ou parte para uma vida, digamos, mais comum?... Esse é o conflito em torno do qual gira a história de O Palhaço, filme escrito e dirigido por Selton Mello, que também interpreta o palhaço Benjamin.

12. Dona Flor e seus Dois Maridos (disponível no YouTube)

  • Ano: 1976
  • Direção: Bruno Barreto
  • Gênero: comédia

Adaptação do romance de Jorge Amado, publicado 10 anos antes, a famosa história do triângulo amoroso entre Dona Flor (Sônia Braga), o farmacêutico Madureira (Mauro Mendonça) e o fantasma do malandro Vadinho (José Wilker) arrastou multidões aos cinemas nos anos 70, transformando-se num dos maiores sucessos de bilheteria de todos os tempos do cinema nacional.

13. Bye Bye Brasil

  • Ano: 1979
  • Direção: Carlos Diegues
  • Gênero: comédia

O road movie de Carlos Diegues, com trilha sonora de Chico Buarque, é o 18º melhor filme brasileiro da história, segundo os críticos da Abraccine. Trata-se da história da Caravana Rolidei, um grupo de artistas mambembe que viaja pelo país em busca de povoações que ainda não têm acesso à TV.

Leia também: 19 filmes de comédia para você se acabar de tanto rir

Os melhores filmes brasileiros antigos

14. Cabra Marcado para Morrer (disponível no YouTube)

cabra marcado para morrer

  • Ano: 1984
  • Direção: Eduardo Coutinho
  • Gênero: documentário

Esse é daqueles filmes que, além de contar uma história, têm história. Iniciado no princípio dos anos 60, as gravações do filme foram interrompidas pela censura após o golpe de 1964, sendo retomadas só 17 anos depois, com alterações no roteiro original. O documentário, que conta a história do líder camponês João Pedro Teixeira, assassinado por policiais em 1962, é considerado pelos críticos da Abraccine o 4º melhor filme brasileiro de todos os tempos.

15. Eles Não Usam Black-Tie (disponível no YouTube)

Eles não usam black tie

  • Ano: 1981
  • Direção: Leon Hirszman
  • Gênero: drama

Baseado na peça de teatro de Gianfrancesco Guarnieri, o filme conta a história do líder sindical Otávio (Guarnieri) e de seu filho Tião (Carlos Alberto Riccelli). Ao saber que será pai e prestes a se casar, Tião decide furar a greve, entrando em conflito com o pai, que anos anos havia sido preso por razões políticas. É o 14º melhor filme brasileiro, de acordo com a Abraccine.

16. A Hora da Estrela (disponível no YouTube)

A Hora da Estrela

  • Ano: 1985
  • Direção: Suzana Amaral
  • Gênero: drama

A Hora da Estrela é uma adaptação do romance de Clarice Lispector, que conta a belíssima e comovente história de Macabéa, uma nordestina órfã que vai trabalhar como datilógrafa no Rio de Janeiro. Recebeu o Prêmio da Crítica no Festival de Berlim de 1986 e figura na 46ª posição na lista dos melhores filmes nacionais da Abraccine.

17. O Bandido da Luz Vermelha (disponível no YouTube)

O Bandido da Luz Vermelha

  • Ano: 1968
  • Direção: Rogério Sganzerla
  • Gênero: policial

"O bandido que não respeita a mulher nem a propriedade", diziam as manchetes policiais da época. O filme é ficcional, mas inspirado na história de João Acácio Pereira da Costa, criminoso que amedrontou a cidade de São Paulo nos anos 60. Trata-se de um clássico do chamado "cinema marginal", considerado pela Abraccine o 6º melhor filme brasileiro de todos os tempos.

18. Deus e o Diabo na Terra do Sol (disponível no YouTube)

  • Ano: 1964
  • Direção: Glauber Rocha
  • Gênero: drama

Esse super clássico do Cinema Novo, escrito e dirigido por Glauber Rocha, conta a história de Rosa e Manuel, um casal de sertanejos que tenta sobreviver à fome e à seca. Após Manuel assassinar o patrão explorador, o casal busca refúgio numa comunidade messiânica liderada pelo Beato Sebastião. É considerado o 2º melhor filme da história do cinema nacional pela Abraccine.

19. O Pagador de Promessas (disponível no YouTube)

O Pagador de Promessas

  • Ano: 1962
  • Direção: Anselmo Duarte
  • Gênero: drama

O Pagador de Promessas é um dos maiores clássicos do cinema nacional, o único filme sul-americano a conquistar a Palma de Ouro do Festival de Cannes, na França. A história é simples: após a cura do seu burro, Zé quer cumprir a promessa carregando uma enorme cruz do sertão baiano até a igreja de Santa Bárbara, em Salvador. Mas o padre Olavo não permite que Zé entre com sua cruz na igreja.

20. Limite (disponível no YouTube)

Limite

  • Ano: 1931
  • Direção: Mário Peixoto
  • Gênero: drama

Eleito pelos críticos o melhor filme brasileiro de todos os tempos, Limite é uma obra-prima do cinema mudo, infelizmente pouco conhecido pelo grande público. A história se passa dentro de um pequeno barco à deriva, onde duas mulheres e um homem relembram seu triste passado.

21. Vidas Secas (disponível no YouTube)

Vidas Secas

  • Ano: 1963
  • Direção: Nelson Pereira dos Santos
  • Gênero: drama

Outro representante do Cinema Novo brasileiro, Vidas Secas conta a história de uma família de retirantes que faz o possível para assegurar a sobrevivência na aridez do sertão nordestino. Trata-se de uma adaptação do livro de contos homônimo de Graciliano Ramos.

22. Terra em Transe

Terra em Transe

  • Ano: 1967
  • Direção: Glauber Rocha
  • Gênero: drama

O terceiro longa-metragem de Glauber Rocha, ícone do Cinema Novo, cria um lugar fictício, Eldorado, onde se passa uma trama que em tudo se aproxima do mundo real: políticos populistas, empresários, militares e militantes idealistas envolvidos na disputa pelo poder político da nação. Em Cannes, Terra em Transe recebeu o prêmio da Federação da Crítica Internacional em 1967.

Leia também: Os 17 melhores filmes inteligentes disponíveis na Netflix