Pintores famosos: a vida e as pinturas de 12 pintores inesquecíveis


No cenário mundial, há um número enorme de pintores e pintoras que fizeram história com obras célebres. Entre eles, alguns ainda são, hoje em dia, muito comentados.

Pensando nisso, fizemos uma lista com 12 desses renomados artistas, tendo por base quatro principais critérios: a expressão em movimentos da época de cada um, a fama que algumas de suas pinturas atingiram no contexto global, a expressão política que desempenharam por meio da arte e a quantidade de visitas que suas obras recebem em museus até a atualidade.

Conheça um pouco mais sobre a vida de cada pintor(a) e aprecie as imagens de suas obras mais conhecidas.

1. Vincent Van Gogh

A noite estrelada
A Noite Estrelada
  • País em que nasceu: Holanda
  • Período em que viveu: 30 de março de 1853 a 29 de julho de 1890
  • Movimento artístico: Realismo, Pós-impressionismo e Arte moderna
  • Pintura mais famosa: A Noite Estrelada

Apaixonado por pinturas a óleo, pela natureza e pelo sol, Van Gogh era dono de um olhar que tornava qualquer trabalho fascinante. Tendo iniciado sua carreira na pintura apenas com 27 anos de idade, Van Gogh foi, mais tarde, para o sul da França, em busca das mais belas paisagens para pintar. Entretanto, apesar da fama posterior, o artista foi bastante infeliz e pocou reconhecido em vida. Em um dos seus episódios de tristeza, cortou um pedaço da orelha.

A Noite Estrelada foi pintada quando o famoso artista estava internado num hospital psiquiátrico, tendo feito o quadro da janela do seu quarto!

2. Leonardo da Vinci

Mona Lisa
Mona Lisa
  • País em que nasceu: Itália
  • Período em que viveu: 15 de abril de 1452 a 2 de maio de 1519
  • Movimento artístico: Alta Renascença, Primeira Renascença, Renascimento, Renascença italiana e Escola florentina
  • Pintura mais famosa: Mona Lisa

Além de pintor, Leonardo da Vinci ficou famoso por ser um excelente escultor, arquiteto, inventor, matemático e cientista. Com 14 anos de idade, já foi aceito na oficina de Verrocchio, como seu aprendiz. Canhoto, Leonardo da Vinci chegou a se dedicar a projetos de avião e a observar os pássaros voando, entre suas diferentes curiosidade e habilidades na vida. Esse artista, de múltiplos talentos, continua sendo muito popular até hoje.

Sua pintura, Mona Lisa, é talvez a obra mais visitada do Museu do Louvre em Paris, tendo grandes filas para que os apreciadores dela possam, durante poucos minutos, limitados pela organização do museu, admirá-la.

3. Pablo Picasso

Guernica
Guernica
  • País em que nasceu: Espanha
  • Período em que viveu: 25 de outubro de 1881 a 8 de abril de 1973
  • Movimento artístico: Cubismo, Surrealismo e Expressionismo
  • Pintura mais famosa: Guernica

Considerado um dos criadores do cubismo, Picasso se diferencia pelo seu estilo de desconstruções geométricas, fugindo do considerado real. Com diferentes fases artísticas ao longo da vida, o pintor começou sua jornada desde cedo, tendo pintado pela primeira vez aos 8 anos de idade.

Guernica foi finalizada em 1937, tendo uma grande expressividade histórica, diante de um contexto de guerras, em que a destruição causada pelos bombardeamentos é expressa de modo bastante simbólico no quadro. É uma da pinturas mais famosas e estudadas do mundo.

4. Salvador Dalí

A Persistência da Memória
A Persistência da Memória
  • País em que nasceu: Espanha
  • Período em que viveu: 11 de maio de 1904 a 23 de janeiro de 1989
  • Movimento artístico: Surrealismo, Expressionismo e Pós-impressionismo
  • Pintura mais famosa: A Persistência da Memória

Um pintor fundamental para o surrealismo. Com um bigode único, roupas chamativas e uma gravata desproporcional, Dalí foi um personagem excêntrico que se destacou por obras que desafiam a mente na criatividade e na distorção das formas.

Concluída em 1931, A Persistência da Memória é sua pintura mais famosa, estando exposta no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque.

5. Claude Monet

Ponte Sobre Uma Lagoa de Lírios de Água
Ponte Sobre Uma Lagoa de Lírios de Água
  • País em que nasceu: França
  • Período em que viveu: 14 de novembro de 1840 a 5 de dezembro de 1926
  • Movimento artístico: Impressionismo, Realismo e Arte moderna
  • Pintura mais famosa: Ponte Sobre Uma Lagoa de Lírios de Água

O pintor foi um símbolo fundamental na Escola Impressionista. Monet era apaixonado por pinturas ao ar livre, sendo um admirador dos efeitos da luz. Em 1883, mudou-se para Giverny, um encantador local que inspirou muitas de suas obras. Após passar por períodos de dificuldades financeiras, o artista faleceu rico e reconhecido pelo seu trabalho.

A pintura Ponte Sobre Uma Lagoa de Lírios de Água é mundialmente conhecida com um dos mais belos quadros de Monet, tendo duas características que o artista tanto gostava: a representação da natureza e a vista do seu lindo jardim em Giverny.

6. Gustav Klimt

O Beijo
O Beijo
  • País em que nasceu: Áustria
  • Período em que viveu: 14 de julho de 1862 a 6 de fevereiro de 1918
  • Movimento artístico: Art nouveau, Simbolismo, Neoclassicismo, Realismo, Surrealismo e Romantismo
  • Pintura mais famosa: O Beijo

O único pintor austríaco da nossa lista, Klimt era engajado em obras com finalidade decorativa, tendo sido chamado para decorar prédios e palácios, como o Teatro Municipal de Viena e a histórica Universidade de Viena. Era uma figura excêntrica, com o hábito de utilizar uma túnica escura.

A obra O Beijo faz parte da época mais consagrada do artista, em que trabalhava com folhas de ouro para enfeitar as mulheres representadas na sua arte.

7. Edvard Munch

O Grito
O Grito
  • País em que nasceu: Noruega
  • Período em que viveu: 12 de dezembro de 1863 a 23 de janeiro de 1944
  • Movimento artístico: Expressionismo, Simbolismo, Impressionismo, Realismo e Arte moderna
  • Pintura mais famosa: O Grito

Um dos grandes pintores noruegueses, Munch chegou a cursar engenharia antes de ir para a arte. Tendo vivido grande parte de sua vida na Alemanha, o artista foi considerado o precursor do expressionismo alemão. Munch também a se dedicou à decoração de prédios na Noruega.

Pintada em 1893, O Grito é sua mais famosa pintura, sendo vista como uma imagem que traduz a angústia e o sofrimento do mundo. Especula-se que Munch, quando pintou o quadro, expressava seus próprios sentimentos de medo.

8. Mary Cassatt

Menina pequena em uma poltrona azul
Menina pequena em uma poltrona azul
  • País em que nasceu: Estados Unidos
  • Período em que viveu: 22 de maio de 1843 a 14 de junho de 1926
  • Movimento artístico: Impressionismo, Arte moderna, Realismo e Pós-impressionismo
  • Pintura mais famosa: Menina pequena em uma poltrona azul

Mary Cassat precisou apostar no seu sonho de pintar e opor-se ao seu pai para tornar-se uma pintora famosa. A artista, encantada com o trabalho de seu amigo Edgar Degas, resolveu mudar-se para Paris, onde também ganhou destaque no impressionismo e passou a retratar a relação de mães e filhos nas suas obras.

Menina pequena em uma poltrona azul, exposta na Galeria Nacional de Artes em Washington, expressa seu grande trabalho.

9. Sandro Botticelli

O Nascimento de Vênus
O Nascimento de Vênus
  • País em que nasceu: Itália
  • Período em que viveu: 1 de março de 1445 a 17 de maio de 1510
  • Movimento artístico: Primeira Renascença, Renascença italiana, Renascimento e Escola florentina
  • Pintura mais famosa: O Nascimento de Vênus

Um renascentista apaixonado por retratar mulheres. Seus trabalhos eram bastante reconhecidos na época, tendo vendido muitos quadros para a rica família Médici. Participou da pintura da Capela Sistina, assim como os pintores Michelangelo, Pietro Perugino e Domenico Ghirlandaio. Apesar disso, Botticelli faleceu pobre e perseguido pela igreja.

Localizada em Florença, na Galleria degli Uffizi, O Nascimento de Vênus é uma das pinturas mais famosas de Botticelli, que representa a deusa grega Vênus.

10. Michelangelo

A Criação de Adão
A Criação de Adão
  • País em que nasceu: Itália
  • Período em que viveu: 6 de março de 1475 a 18 de fevereiro de 1564
  • Movimento artístico: Alta Renascença, Renascença italiana e Renascimento
  • Pintura mais famosa: A Criação de Adão

Também da época renascentista, Michelangelo foi um excelente pintor e escultor do seu tempo. Suas obras eram encomendadas por diferentes membros influentes, tendo feito uma escultura majestosa, de 4,34 m de altura, de Davi. O artista manifestou que sua paixão estava em ser escultor e não pintor.

Apesar disso, em 1508, foi chamado para pintar a "Abóbada da Capela Sistina", na Catedral de São Pedro, no Vaticano, onde, entre os afrescos, encontra-se A Criação de Adão. Embora tenha sido, para Michelangelo, um trabalho longo e cansativo, a Capela Sistina é diariamente visitada por inúmeros turistas, que reservam, com meses de antecedência, um dia para ver sua grande obra de arte.

11. Pierre-Auguste Renoir

O Baile no Moulin de la Galette
O Baile no Moulin de la Galette
  • País em que nasceu: França
  • Período em que viveu: 25 de fevereiro de 1841 a 3 de dezembro de 1919
  • Movimento artístico: Impressionismo, Arte moderna, Realismo e Pós-impressionismo
  • Pintura mais famosa: O Baile no Moulin de la Galette

Outro importante pintor do impressionismo francês. Renoir adorava pintar retratos, a natureza e cenas domésticas. Foi um dos percursores do movimento impressionista.

O Baile no Moulin de la Galette é um quadro que ficou conhecido como um verdadeiro marco na pintura impressionista.

12. Frida Kahlo

Autorretrato com um vestido de veludo
Autorretrato com um vestido de veludo
  • País em que nasceu: México
  • Período em que viveu: 6 de julho de 1907 a 13 de julho de 1954
  • Movimento artístico: Arte naïf, Arte moderna, Surrealismo, Realismo, Simbolismo, Naturalismo, Primitivismo e Cubismo
  • Pintura mais famosa: Autorretrato com um vestido de veludo

Com uma diferença local de outros artistas famosos referidos nessa lista, Frida Kahlo nasceu no México. Apesar das dificuldades físicas por ter contraído, aos seis anos, poliomielite, Frida seguiu firme como pintora, ganhando notoriedade mundial. Além disso, sua forte imposição perante a realidade da época a torna uma artista de grande expressividade política, sendo muito simbólica para o feminismo.

A pintura Autorretrato com um vestido de veludo representa a predileção da artista em se colocar em suas obras.

Gostou de conhecer mais sobre esses pintores famosos? Se você gosta do artista Pablo Picasso, pode se interessar por ler esse conteúdo:

As 8 obras mais revolucionárias de Pablo Picasso