Os 17 maiores cientistas do mundo e suas descobertas mais impressionantes


Você já imaginou como seria o mundo sem as contribuições teóricas de Galileu Galilei, Marie Curie e Albert Einstein? É por causa deles e de outros grandes cientistas da história que vivemos em um mundo mais tecnológico, mais confortável e com uma expectativa de vida muito maior do que a de pessoas de alguns séculos atrás.

Entre físicos e químicos famosos, astrônomos, biólogos, médicos e engenheiros que revolucionaram a ciência encontramos nomes reconhecidos mundialmente e outros que não tiveram o mesmo prestígio global ao longo da história. Conheça agora os 17 maiores cientistas do mundo e suas descobertas mais impressionantes!

1. Galileo Galilei

mm-galileo-01

  • Época de atividade: 1564 - 1642
  • Área de atuação: Física, astronomia, matemática, filosofia.

Inegavelmente um dos maiores cientistas que já passaram pela Terra, Galileu Galilei é reconhecido como o pai da ciência moderna. Entre suas descobertas e invenções estão a sustentação do heliocentrismo proposto por Copérnico (comprovação de que a Terra gira em torno do Sol), a Lei da Queda dos Corpos, o aprimoramento do telescópio e as descobertas das luas de Júpiter, das crateras da Lua e dos anéis de Saturno. O cientista italiano foi perseguido e preso pela igreja católica por suas teorias e morreu em prisão domiciliar em 1642 com 77 anos de idade.

2. Isaac Newton

mm-newton-17

  • Época de atividade: 1643 - 1727
  • Área de atuação: Física, alquimia, matemática, filosofia.

Uma das primeiras imagens que nos vem à mente quando pensamos em Isaac Newton é de uma maçã caindo em sua cabeça e ele descobrindo a lei da gravidade. Mas o cientista foi muito mais do que isso. Ele era um físico, astrônomo e matemático e é considerado um dos maiores influentes para a revolução científica. Em 1687, ele publicou o livro “Princípios Matemáticos da Filosofia Natural”, que incluía as teorias sobre a Lei da Gravitação Universal.

3. Marie Curie

mm-mari-curie-02

  • Época de atividade: 1867 - 1934
  • Área de atuação: Radioatividade

Uma cientista que quebrou barreiras em uma campo dominado por homens, Marie Curie foi uma pioneira na área da radioatividade. Nascida na Polônia, Curie estudou na prestigiada Universidade de Sorbonne em Paris, onde tirou os títulos de matemática e física. Curie foi a primeira mulher a ganhar o Prêmio Nobel e a primeira a ganhar o prêmio em duas áreas diferentes: química e física. A cientista morreu devido a constante exposição radioativa, uma de suas principais linhas de pesquisa que a eternizaram na história da ciência moderna.

4. Nikola Tesla

mm-tesla-03

  • Época de atividade: 1856 - 1943
  • Área de atuação: Engenharia mecânica e elétrica

Se você conhece um pouquinho sobre eletricidade, sabe a importância do sistema de corrente alternada. Quem está por trás dos contributos desta invenção é o engenheiro elétrico e mecânico, inventor e futurista austríaco Nikola Tesla. Ele foi um dos maiores gênios no campo da eletricidade e entre suas maiores invenções contam a bobina de tesla, as suas contribuições para o raio-x, a lâmpada de néon, o rádio e o controle remoto.

5. Albert Einstein

mm-einstein-19

  • Época de atividade: 1879 - 1955
  • Área de atuação: Física

Seu nome é sinônimo de genialidade e sua personalidade o tornou um dos maiores ícones da ciência moderna. A revista Time o considerou a “pessoa do século” em 1999. As invenções e leis fundamentais da física de Albert Einstein tiveram um impacto direto em questões como a invenção de lasers, satélites de telecomunicação e até mesmo os celulares. Sua principal teoria foi a da relatividade e mesmo que você não entenda muito bem sobre ela, com certeza já ouviu falar que E = mc2.

6. Charles Darwin

mm-darwin

  • Época de atividade: 1809- 1882
  • Área de atuação: Biologia, geologia

A teoria da seleção natural de Charles Darwin mudou radicalmente a biologia e ofereceu uma explicação nova sobre a origem do ser humano. Este cientista foi um dos maiores influentes nos ramos da biologia e da geologia dos últimos séculos, sendo considerado um dos maiores pesquisadores e influentes de todos os tempos. O livro “A Origem das Espécies” de 1859 foi um divisor de água nas ciências biológicas e é hoje um dos mais importantes livros científicos já escritos.

7. Ada Lovelace

mm-ada-lovelace

  • Época de atividade: 1815 - 1852
  • Área de atuação: Matemática

Apesar de ter nascido e vivido no começo do século XIX, Ada Lovelace é considerada uma das primeiras programadoras de computador da história. Isso porque seus contributos para as questões do algoritmo ressoam até os dias hoje quando falamos de ciência da computação.

Lovelace era filha do grande poeta britânico Lord Byron e de Lady Wentworth. Sua mãe teve uma enorme influência em seus estudos na área de matemática e a gênia aristocrata teve uma enorme contribuição no desenvolvimento da teoria sobre a máquina analítica de Charles Babbage, uma predecessora do computador.

8. Stephen Hawking

mm-stephen-01

  • Época de atividade: 1942 - 2018
  • Área de atuação: Física, cosmologia

Poucos cientistas conseguiram ultrapassar a academia e envolver as massas com sua história de vida e complexas teorias. O livro “Uma Breve História do Tempo” de Stephen Hawking ficou 237 semanas na lista dos mais vendidos do The Sunday Times e a história da sua vida foi retratada no filme nomeado ao Oscar “A Teoria de Tudo”. Hawking desenvolveu diversos estudos sobre o cosmos e os buracos negros, sendo uma das maiores influências nos estudos sobre o universo nas últimas décadas.

9. Pitágoras

mm-pitagoras

  • Época de atividade: 570 d.C - 495 a.C
  • Área de atuação: Matemática, física

Pitágoras foi creditado por diversas descobertas em matemática, filosofia, astronomia e teoria musical sem nunca ter documentado uma única palavra sobre os assuntos. O cientista grego morou no Egito por cerca de 20 anos, onde estudou matemática, religião e a cultura ancestral egípcia.

O Teorema de Pitágoras pode ser uma dor de cabeça para qualquer adolescente do ensino médio. Mas existe uma razão para ele ter se tornado tão fundamental nas nossas vidas. Este teorema é uma das relações matemáticas mais utilizadas na área e influenciou diversas outras descobertas que fazem parte do nosso dia-a-dia.

10. Carl Linnaeus

mm-carl-linnaeus

  • Época de atividade: 1707 - 1778
  • Área de atuação: Zoologia, botânica

Pouco conhecido entre as massas, Carl Linnaeus foi um dos maiores botânicos, zoologos e médicos suecos cuja influência o tornaram o “pai da taxonomia moderna”. A taxonomia é aquela matéria da biologia que define os grupos biológicos de acordo com suas características em comum e dá nome a elas. Com mais de 70 livros e 300 artigos científicos publicados, este cientista é sem dúvida um dos mais importantes e influenciadores de sua área.

11. Rosalind Franklin

mm-rosalind-franklin

  • Época de atividade: 1920 - 1958
  • Área de atuação: Química

A descoberta da estrutura do DNA foi uma das mais importantes realizações científicas na história da humanidade. Contudo, o machismo presente na academia científica apagaram a história e as contribuições de pioneiras como Rosalind Franklin. A química britânica trabalhou e influenciou as investigações sobre a estrutura do DNA, além de pesquisar sobre vírus, o carvão mineral e o grafite.

No entanto, seu trabalho mais famoso foi obscurecido pela apropriação dos cientistas James Watson, Francis Crick e Maurice Wilkins que compartilharam o Prêmio Nobel de Medicina em 1962. Seus trabalhos só foram possíveis após verem a foto 51 que Franklin tinha conseguido obter em 1952. A fotografia em específico foi um elemento crucial para a descoberta da estrutura do DNA.

12. Antoine-Laurent Lavoisier

mm-lavosier

  • Época de atividade: 1743 - 1794
  • Área de atuação: Química

Considerado o “pai da química moderna”, Lavoisier foi um dos maiores contribuidores para a criação da lista dos elementos químicos. Ele também descobriu o papel do oxigênio na combustão, nomeou os elementos Oxigênio e Hidrogênio, descobriu 55 elementos, participou da construção do sistema métrico e descobriu que se uma matéria muda de forma, sua massa continuará a mesma. Ufa! O revolucionário cientista foi injustamente morto durante a Revolução Francesa acusado de venda de tabaco adulterado.

13. Niels Bohr

mm-bohr

  • Época de atividade: 1885 - 1962
  • Área de atuação: Física

O cientista físico dinamarquês Niels Bohr foi o responsável pela criação do modelo atômico que conhecemos hoje. Em 1922, ele ganhou o Prêmio Nobel de Física por suas contribuições sobre as estruturas do átomo e sua radiação. Bohr foi um dos fundadores da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, o CERN, o maior laboratório de física de partículos do mundo.

14. Werner Heisenberg

mm-Werner Heisenberg

  • Época de atividade: 1901 - 1976
  • Área de atuação: Física

O físico alemão Heisenberg foi uma das figuras mais importantes no desenvolvimento da mecânica quântica e suas interpretações modernas. Em 1932, com apenas 31 anos de idade, ele recebeu o Prêmio Nobel de Física por suas pesquisas relacionadas à mecânica quântica.

Como teórico, o cientista escreveu mais de 600 artigos científicos contribuindo nos campos do núcleo atômico, do ferromagnetismo, entre outros. Seu trabalho é sem dúvida um dos mais influentes para a ciência moderna e continua a ter um impacto nos desenvolvimentos científicos até os dias de hoje.

15. Louis Pasteur

mm-louis-pasteur

  • Época de atividade: 1822 - 1895
  • Área de atuação: Química, medicina, biologia

Você já ouviu falar de pasteurização? Ele é basicamente o processo utilizado para destruir microorganismos que podem contaminar e estragar alimentos que consumimos. O nome deste processo é uma homenagem ao seu criador, Louis Pasteur, um dos mais famosos químicos e cientistas franceses de todos os tempos.

É por causa deste gigante da ciência moderna que nos preocupamos se a nossa comida está fresca e pura, que objetos cirúrgicos devem ser esterilizados e que antibióticos e vacinas existem. Seus contributos para a microbiologia salvaram milhões de pessoas e aumentaram a expectativa de vida da humanidade.

16. Alan Turing

mm-turing19

  • Época de atividade: 1912 - 1954
  • Área de atuação: Matemática, ciência da computação

Considerado o pai da ciência da computação, Alan Turing foi um matemático e criptoanalista que ajudou a decifrar o código de mensagens nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. A invenção da máquina chamada "Bombe" diminuiu a guerra em cerca de dois anos e salvou mais de 14 milhões de pessoas.

As contribuições das teorias de Turing para o que hoje conhecemos como computação não podem ser mensuradas. A vida do cientista foi retratada no filme “O Jogo da Imitação” de 2014 e revelou as contribuições de Turing para o fim da Segunda Guerra Mundial e como o governo britânico covardemente o condenou por sua sexualidade.

17. Sigmund Freud

mm-freud

  • Época de atividade: 1856 - 1939
  • Área de atuação: Medicina, neurologia, psicanalise

O criador da psicanálise é também considerado um dos maiores e mais famosos cientistas que já passaram pela Terra. Sigmund Freud foi um médico neurologista austríaco que contribuiu para o exercício da psicologia moderna e continua a ter grande influência em diversas áreas médicas e de saúde mental. A divisão do inconsciente proposta por ele é talvez sua teoria mais reconhecida ao propor os conceitos de Ego, Superego e Id.

Gostou deste conteúdo? Veja também quais são as pessoas mais inteligentes do mundo!