Ranking de estrelas: os 15 maiores pontuadores da história da NBA


A lista dos maiores cestinhas da NBA é uma verdadeira constelação de estrelas: Abdul-Jabbar, Malone, Jordan, O'Neal... Entrar neste seleto grupo é façanha para poucos. É raro aparecer algum intruso. Quando alguém consegue, o feito é comemorado como se fosse um título pelos torcedores do basquete.

Bora conferir quais são os maiores pontuadores da história? Só tem fera nessa lista! ⛹🏽‍♂️

15º - Paul Pierce

Pontuação: 26.397

Paul Pierce

Pierce (13/10/1977) entrou na liga em 1998 para jogar no Boston Celtics. A partir daí, sua carreira deslanchou. Foram 15 anos defendendo as cores do Celtics, sendo que o momento de maior glória foi a conquista do título da NBA em 2008, derrotando os temidos Lakers de Kobe Bryant. Detalhe: os Celtics não venciam a liga há 22 anos! Pierce, ou The Truth ("A Verdade"), fez parte do Time do Ano da NBA em quatro oportunidades. Parou em 2017, no Los Angeles Clippers.

14º - Tim Duncan

Pontuação: 26.496

Tim Duncan

Duncan (25/04/1976) entrou para o seleto clube da NBA em 1997, quando foi jogar no Santo Antonio Spurs. Como ala-pivô dos Spurs, equipe que defendeu do início ao fim da carreira, conquistou incríveis cinco títulos da NBA, o último deles em 2014, dois anos antes de anunciar a sua aposentadoria. Foi eleito o melhor jogador do ano (MVP) nas temporadas 2001-02 e 2002-03 e o melhor jogador das finais em 1999, 2003 e 2005.

13º - Dominique Wilkins

Pontuação: 26.668

Dominique Wilkins

O francês naturalizado americano Dominique Wilkins (12/01/1960) fez história no Atlanta Hawks, onde atuou de 1982 a 1994 e fez mais de 23 mil pontos, uma média de 26,4 por jogo. É brincadeira? Não levou nenhum título da NBA, é verdade. Mas seus números bastam para colocá-lo entre os maiores de todos os tempos. Foi escolhido em nove oportunidades para participar do NBA All-Star Game e, em 1996, venceu a EuroLiga de basquete pelo Panathinaikos BC, sendo eleito o craque do torneio.

12º - Oscar Robertson

Pontuação: 26.710

Oscar Robertson

Robertson (24/11/1938), também conhecido como "The Big O", foi eleito, em 2000, o maior jogador do século XX pela Associação Nacional de Técnicos de Basketball. Trata-se de uma lenda da NBA. Extremamente versátil, Robertson revolucionou a posição de armador, tornando-se referência para as gerações seguintes. Ao lado do gênio Abdul-Jabar, em 1971 levou o Milwaukee Bucks ao seu único título da NBA. Participou do All-Star Game em 12 oportunidades.

11º - Hakeen Olajuwon

Pontuação: 26.946

Hakeen Olajuwon

Os números de Hakeem Olajuwon (21/01/1963) são impressionantes. Foi bicampeão da NBA pelo Houston Rockets (1994 e 1995), sendo considerado o melhor jogador das finais nas duas oportunidades. Participou 12 vezes do All-Star Game e foi eleito para o All-NBA First Team em seis temporadas. Foi eleito o melhor jogador da NBA no ano de 1994. Esses números certamente justificam o apelido "The Dream".

10º - Elvin Hayes

Pontuação: 27.313

Elvin Hayes

Debaixo do garrafão, não tinha pra ninguém. O fantástico ala-pivô Elvin Hayes (17/11/1945), que iniciou sua carreira defendendo as cores do San Diego Rockets (atualmente Houston), era conhecido como monstro dos rebotes. Em 1978, pelo Washington Bullets, foi campeão da NBA. Entre 1969 e 1980, participou de todos os All-Star Games e foi eleito três vezes para o All-NBA First Team.

9º - Moses Malone

Pontuação: 27.409

Moses Malone

Moses Malone (23/03/1955-13/09/2015) foi um pivô inesquecível. Em 2016 a ESPN ouviu especialistas do mundo inteiro e divulgou uma lista na qual Malone aparece como o 15º maior jogador de todos os tempos. A temporada 1982-83 marcou o auge de Malone: além de levar o Philadelphia 76ers ao título, foi eleito o melhor jogador das finais. Além disso, entre 1978 e 1983, foi escolhido três vezes o melhor da temporada.

8º - Shaquille O'Neal

Pontuação: 28.596

Shaquille O Neal

Shaquille O'Neal (06/03/1972), ou simplesmente Shaq, foi um pivô praticamente imbatível debaixo do garrafão. Ao lado de Kobe Bryant, levou os Lakers ao tricampeonato no início dos anos 2000, quando realizou o feito de ser o melhor jogador das finais por nada menos que três anos consecutivos. Foi o melhor da temporada 1999-2000 e, já pelo Miame Heat, faturou seu quarto título da NBA em 2006.

7º - Wilt Chamberlain

Pontuação: 31.419

Wilt Chamberlain

A carreira de Chamberlain (21/08/1936-12/10/1999) é cheia de recordes. Nenhum outro jogador na história da NBA ultrapassou a marca dos 100 pontos numa única partida (a façanha foi em 1962, quando atuava pelo Philadelphia Warriors). Em 118 jogos, fez ao menos 50 pontos. Tem a média altíssima, só igualada por Jordan, de 30,1 pontos por jogo na carreira. Ganhou dois títulos da NBA e, ao longo dos anos 60, foi escolhido quatro vezes o melhor da temporada. Quer mais?

6º - Dirk Nowitzki

Pontuação: 31.560

Dirk Nowitzki

O alemão Dirk Nowitzki (19/06/1978) é o único europeu a fazer parte deste seleto grupo. E até pouco tempo atrás ainda pontuava. Anunciou sua aposentadoria no dia 9 de abril de 2019, na sua última partida diante da torcida do Dallas Mavericks, clube que defendeu por 21 anos e onde conquistou o título da NBA em 2001, quando foi eleito o melhor jogador das finais. Na temporada 2006-07, foi escolhido o melhor da temporada.

5º - Michael Jordan

Pontuação: 32.292

Michael Jordan

Senhoras e senhores, eis o maior de todos os tempos! Ao menos é o que diz o próprio site da NBA e os diversos rankings existentes, inclusive o da ESPN, feito com base na opinião de especialistas do mundo inteiro. Liderando o Chicago Bulls, Michael Jordan (17/02/1963) dominou a NBA nos anos 90, sendo duas vezes tricampeão, em todas elas eleito o melhor jogador das finais. Foi cinco vezes escolhido o melhor da temporada. Como diz o ex-jogador Larry Bird: "Acho que Deus se disfarçou de Michael Jordan".

4º - Kobe Bryant

Pontuação: 33.643

Kobe Bryant

Os anos 2000 foram gloriosos para o ala-armador Kobe Bryant (23/08/1978-26/01/2020). Jogando pelos Los Angeles Lakers, time que defendeu durante toda a carreira, faturou cinco títulos, sendo que nos dois últimos (2009 e 2010) foi eleito o melhor jogador das finais. Fica só atrás de Chamberlain no quesito número de pontos numa única partida: fez 81 contra o Toronto Raptors em 2006.

Logo após o trágico acidente que vitimou Bryant e sua filha, a NBA resolveu homenagear o astro atribuindo ao MVP do All-Star Game o nome de Kobe Bryant MVP. Esse prêmio é conferido todas as temporadas ao jogador mais valioso do Jogo das Estrelas. Bryant foi convocado 18 vezes para esse jogo e é, ao lado de Bob Pettit, quem mais faturou esse prêmio: 4 vezes. Justíssima homenagem!

3º - LeBron James

Pontuação: 33.644

LeBron James

LeBron James (30/12/1984) é o único deste seleto grupo que ainda está em atividade (atualmente no Lakers). Portanto, podem esperar que ainda vêm muitas cestas por aí. No dia 6 de março de 2019, King James realizou a façanha de passar Jordan, e no dia 25 de janeiro de 2020 ultrapassou Kobe Bryant! Já foi campeão da NBA três vezes (e eleito o melhor das finais nas três ocasiões). Além disso, acumula quatro prêmios de melhor da temporada. O próximo desafio é passar Karl Malone. Será que ele consegue?

2º - Karl Malone

Pontuação: 36.928

Karl Malone

Há um dado curioso na carreira de Karl Malone (24/07/1963), o segundo maior cestinha da história da NBA: nunca foi campeão. Nem mesmo a transferência do Utah Jazz para os Lakers em 2003, já no finzinho da carreira, alterou a sina dos vice-campeonatos. Apesar disso, é considerado um dos maiores alas-pivôs de todos os tempos, sendo eleito duas vezes o melhor jogador da temporada em plena era Jordan.

1º - Kareem Abdul-Jabbar

Pontuação: 38.387

Kareem Abdul Jabbar

Mais um pouco e o lendário pivô Kareem Abdul-Jabbar (16/04/1947) atinge os 40 mil pontos. Já pensou? Em 20 anos de NBA, Abdul-Jabbar somou números inacreditáveis: seis prêmios de melhor jogador da temporada (o maior de todos nesse quesito), dois de melhor das finais, 19 participações no All-Star Game (número recorde!) e seis títulos da NBA, o primeiro pelos Bucks e os demais pelos Lakers, nos gloriosos anos 80. Um verdadeiro fenômeno do basquete!

Leia também:

Melhores jogadores de futebol do mundo em cada ano