15 documentários impressionantes para ver na Netflix


Ana Laura Cruz
Ana Laura Cruz
Mestre em Gestão e Estudos da Cultura

Interessado em uma boa dose de realidade na telinha? O que não faltam são boas opções para você escolher no catálogo da Netflix.

Para te ajudar, preparamos uma lista com o que há de melhor dos documentários disponíveis no site.

Confira os 15 melhores documentários para ver na Netflix e lembre-se que alguns podem até parecer obras de ficção, mas são mesmo tudo verdade:

15. Minimalism: A Documentary About the Important Things (2016)

IMDB: 6,7

Acompanhando as atividades dos autores e palestrantes Joshua Fields Millburn e Ryan Nicodemus, o filme aborda o estilo de vida minimalista adotado pela dupla e outras pessoas interessadas em reduzir a quantidade de objetos que possuem. Fazendo uma grande crítica à cultura de consumo, este documentário te faz pensar sobre as tuas prioridades na vida...  

14. Abstract: The Art of Design (2017-)

IMDB: 8,5

O design está em todo lado! Essa série explora como o design afeta todas as áreas de nossas vidas, influenciando como interagimos com o mundo. Também entra na ciência da arte, revelando as pessoas e ideias que atuam atrás das cenas para usar a arte para o benefício da sociedade.

13. Miss Representation (2011)

IMDB: 7,7

Produzido por Jennifer Siebel Newsom e Kimberlee Acquaro, este documentário analisa a forma como as mulheres são representadas na mídia e como isso afeta sua influência política. Será que a maneira como mulheres poderosas são retratadas na televisão tem impacto no seu envolvimento político? As realizadoras acreditam que sim.

12. Beltracchi: The Art of Forgery (2015)

IMDB: 7,2

Para quem gosta da arte do crime, este documentário é um prato cheio mostrando a história de um grande criminoso das artes. Wolfgang Beltracchi foi condenado pela falsificação de 14 quadros de grandes artistas da pintura, mas ele afirma que há muito mais das suas “obras” espalhadas no mundo. Foi o responsável pelo maior escândalo do mundo das Artes durante o pós-guerra na Alemanha.

11. O Sushi dos Sonhos de Jiro (2011)

IMDB: 7,9

Sim, é um documentário sobre sushi. Jiro Ono é um mestre do sushi que tem um restaurante muito famoso. Enquanto gere seu negócio e prepara seu filho para ser seu herdeiro na cozinha, ele sonha em criar o sushi perfeito. Não veja isto com fome.

10. The True Cost (2015)

IMDB: 7,7

Uma grande e contundente crítica à indústria da moda. O documentário mostra as condições precárias de trabalho das fábricas de roupas de grandes marcas. Uma análise sobre o consumo em massa e as consequências da exploração de mão de obra barata no mundo.

9. What the Health (2017)

IMDB: 7,8

É difícil de imaginar, mas a indústria farmacêutica investe pesado em produtos alimentícios. Por quê? Segundo este documentário, para garantir que as pessoas continuem a ter uma alimentação ruim e desenvolvam problemas de saúde que as façam necessitar de remédios.

8. Virunga (2014)

IMDB: 8,2

Nomeado para um Oscar, Virunga revela as dificuldades enfrentadas pelas pessoas que querem proteger o Parque Nacional do Virunga, no Congo. Esse é um dos lugares com mais riqueza natural e biodiversidade do mundo mas também é palco de inúmeros conflitos. Entre guerras e violência, os protetores do parque têm um trabalho muito difícil.

7. A História de Deus com Morgan Freeman (2016-2017)

IMDB: 8,0

Uma série documental que apresenta uma interessante viagem pelo mundo das religiões à procura de respostas sobre as questões primordiais da fé. Em cada episódio, um curioso e bem disposto Morgan Freeman explora um aspecto sobre o divino com a ajuda de especialistas. Uma maneira bastante agradável de descobrir o que liga as diferentes religiões, aproveitando ainda para conhecer diferentes países.

6. Icarus (2017)

IMDB: 8,0

Vencedor do Oscar de Melhor Documentário, Icarus trata em detalhes do escândalo de doping envolvendo atletas russos em todos os esportes durante os Jogos Olímpicos. Uma enorme e perigosa trama de dissimulação e politicagens.

5. The Act of Killing (2012)

IMDB: 8,2

Um aviso, este é só para os fortes. Bastante premiado, The Act of Killing traz um grupo de participantes do Massacre na Indonésia de 1965-66 contando e encenando de forma lírica a sua versão dos acontecimentos que levou à matança de milhares de pessoas e a extinção do Partido Comunista Indonésio.

4. Wild Wild Country (2018)

IMDB: 8,4

Esta série documental em 6 capítulos apresenta a comunidade de Rajneeshpuram formada por seguidores do guru indiano Bhagwan Shree Rajneesh, mais conhecido como Osho. A implementação da comunidade nos EUA não passou despercebida, nem agradou à vizinhança, o que causou um grande embate na remota cidade de Antelope, em Oregon.

3. Senna: O Brasileiro, O Herói, O Campeão (2010)

IMDB: 8,6

Ayrton Senna foi o maior nome da Fórmula 1 no Brasil. Mesmo após a sua morte em 1994, o seu nome é reconhecido em todos os cantos do país. Muitos quiseram realizar um filme de ficção sobre a vida o atleta, mas a sua família nunca permitiu. Ela preferia um documentário, e este é ele.  

2. Making a Murderer (2015)

IMDB: 8,7

Mais uma série documental da Netflix que acompanha a vida de Steve Avery durante uma década. Condenado pela morte de uma mulher em 1985, Avery foi solto 18 anos depois por ter sido descoberto que o seu DNA não correspondia com o da cena do crime. Então ele processa a polícia. Mas pouco tempo depois é preso novamente por um crime similar. Será ele o culpado ou foi tudo armado? Só assistindo para saber.

1. World War II in Colour (2009)

IMDB: 8,8

Tudo é mais real a cores. Essa é a premissa dessa série, que mostra como foi a Segunda Guerra Mundial, dando cor às imagens a preto e branco da época. Se você quer aprender um pouco mais sobre esse capítulo da História, esse é um bom lugar para começar.

Saiba também quais são as 15 melhores séries na Netflix que você não pode perder!

Ana Laura Cruz
Ana Laura Cruz
Mestre em Gestão e Estudos da Cultura, especializada em Comunicação Audiovisual desde 2009. Produz textos e eventos culturais. Viaja no mundo e na maionese, sempre que possível de carona.