Maiores salários do futebol (2022): os jogadores de futebol mais bem pagos do mundo


Eles fazem jogadas incríveis, marcam gols inacreditáveis, levam alegria a bilhões de pessoas ao redor do mundo - e por isso ganham salários estratosféricos! Vamos conhecer os maiores salários do futebol?

1. Kylian Mbappé (Paris Saint-Germain)

Salário anual: 125 milhões de dólares (R$ 646 milhões) - 105 milhões em salário e 20 milhões em patrocínio

Mbappé é o jogador mais bem pago do mundo em 2022!

A sensação da Copa do Mundo 2018 e uma das maiores promessas do futebol, Kylian Mbappé já venceu quatro vezes a Ligue 1 (principal liga do futebol francês), uma pelo Monaco e outras três pelo PSG. Foi eleito três vezes o melhor jogador da Ligue 1.

Mas sem dúvida seu maior trunfo na carreira até agora foi o bicampeonato mundial pela França em 2018, quando o atacante marcou gols decisivos, inclusive na final contra a Croácia, sendo eleito o melhor jogador jovem da competição. De acordo com a consultoria Football Benchmark, Mbappé foi eleito o jogador mais valioso em 2021, com valor de mercado estimado em 1,2 bilhão de reais, e atualmente continua como o mais valioso.

Mbappé
© Кирилл Венедиктов / Wikimedia Commons

2. Cristiano Ronaldo (Manchester United)

Salário anual: 113 milhões de dólares (R$ 584 milhões) - 53 milhões em salário e 60 milhões em patrocínio

Cinco vezes melhor jogador do mundo, três vezes melhor jogador da UEFA, CR7 não poderia deixar de estar entre os maiores salários do futebol mundial. O atacante português já ganhou cinco Champions, quatro defendendo o Real Madrid, clube pelo qual atuou por quase 10 anos, e uma delas pelo Manchester United. Em agosto de 2021, anunciou-se o retorno de CR7 aos Red Devils, após 12 anos.

Pela seleção portuguesa, comandou o time que venceu a Euro 2016. Em 2020, com 35 anos, tornou-se o jogador mais velho a ser finalista do prêmio da FIFA de melhor jogador do mundo. Não venceu, mas bateu mais esse recorde.

Cristiano Ronaldo
©AtilaTheHun / Wikimedia Commons

3. Lionel Messi (Paris Saint-Germain)

Salário anual: 110 milhões de dólares (R$ 568 milhões) - 62 milhões em salário e 48 milhões em patrocínio

Nada menos que seis vezes melhor jogador do mundo, Messi transferiu-se para o PSG em 2021, numa das transações mais badaladas da história do futebol. No novo clube, o atacante argentino ganha menos do que ganhava no Barça, clube que defendeu profissionalmente desde 2003.

É o maior recordista de títulos da história do Barcelona. Também é o maior goleador da história da seleção argentina, pela qual levou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2008.

Pelo clube catalão, venceu quatro títulos da Champions e três da Supercopa da UEFA. Está faltando uma Copa do Mundo para fechar com chave de ouro sua carreira brilhante. Há quem diga que ele é melhor que Maradona. Você concorda?

Messi
©Lluís / Wikimedia Commons

4. Neymar (Paris Saint-Germain)

Salário anual: 91 milhões de dólares (R$ 470 milhões) - 56 milhões em salário e 35 milhões em patrocínio

Ocupando a 4º posição no Top 5 dos salários mais altos, está Neymar. E o que faz Neymar tão valioso? Seus dribles e seus gols. Com eles, o atacante brasileiro levou o Santos ao título da Libertadores em 2011 e o Barça ao título da Champions em 2015.

Pela seleção, ganhou o inédito ouro olímpico em 2016. Neymar detém o recorde da transferência mais cara da história do futebol. Em 2017, foi contratado pelo PSG por 222 milhões de dólares (cerca de 1,2 bilhão de reais)!

Neymar Jr.
©Antoine Dellenbach / Wikimedia Commons

5. Mohamed Salah (Liverpool)

Salário anual: 39.5 milhões de dólares (R$ 204 milhões) - 24,5 milhões em salário e 15 milhões em patrocínio

Atualmente no Liverpool, oponta-direita Mohamed Salah é um jogador egípcio. Salah teve uma importante participação na Liga dos Campeões da UEFA de 2018-19, marcando o primeiro gol na final que depois levou o clube ao seu 6° título.

Na seleção egípcia, o jogador já participou de 85 jogos e marcou 47 gols.

Mohamed Salah
©Werner100359 / Wikimedia Commons

6. Eden Hazard (Real Madrid)

Salário anual: 31.1 milhões de dólares (R$ 160 milhões) - 28.6 milhões em salário e 2.5 milhões em patrocínio

O jogador belga atua no Real Madrid desde 2019 e custou cerca de 100 milhões de dólares ao time espanhol. Desde que chegou, não brilhou muito em campo em razão de constantes lesões, mas já garantiu a conquista da Champions de 2021-22 com o clube.

Hazard
© Кирилл Венедиктов / Wikimedia Commons

7. Andrés Iniesta (Vissel Kobe)

Salário anual: 30 milhões de dólares (R$ 155 milhões) - 23 milhões em salário e 7 milhões em patrocínio

Desde 2018 no clube japonês, o espanhol Iniesta fez a maior parte da sua carreira no Barcelona. Com 674 jogos pelo Barça, foi campeão 33 vezes com o clube.

Na seleção espanhola, Iniesta venceu a Eurocopa (2008 e 2012) e a Copa do Mundo (2010).

Iniesta
©Hanson K Joseph / Wikimedia Commons

8. Raheem Sterling (Chelsea)

Salário anual: 29.4 milhões de dólares (R$ 152 milhões) - 18,4 milhões em salário e 11 milhões em patrocínio

Contratado em julho de 2022 pelo Chelsea, o jamaicano naturalizado inglês é um dos grandes nomes recentes do clube. Anteriormente, o ponta estava no Manchester City.

Ele também representa a seleção inglesa, tendo disputado 77 jogos e marcado 19 gols.

Raheem Sterling
©md.faisalzaman/ Wikimedia Commons

9. Kevin de Bruyne (Manchester City)

Salário anual: 29 milhões de dólares (R$ 150 milhões) - 25,5 milhões em salário e 3,5 milhões em patrocínio

O Rei das Assistências já passou pelo Genk, Werder Bremen, Chelsea e Wolfsburg. Para o Manchester City, ele é considerado atualmente um dos melhores jogadores do clube.

Pela seleção belga, o jogador já participou de 91 jogos e marcou 24 gols.

Bruyne
©Эдгар Брещанов / Wikimedia Commons

10. Antoine Griezmann (Atlético de Madrid)

Salário anual: 27.5 milhões de dólares (R$ 142 milhões) - 22 milhões em salário e 5,5 milhões em patrocínio

O jogador francês foi emprestado pelo Barcelona ao Atlético de Madrid. O artilheiro é considerado um dos jogadores de melhor desempenho dos últimos anos, carregando muitos gols no seu histórico.

Representado a seleção francesa, o jogador já levou a Copa do Mundo FIFA de 2018.

Griezmann
©Biser Todorov / Wikimedia Commons

Gostou desse conteúdo? Então experimente ler estes também: