Os 26 melhores passeios em São Paulo para você curtir e conhecer a cidade


Apesar da cidade ser gigantesca, muitas vezes não sabemos muito bem o que fazer em São Paulo. São tantas as opções, tantos os lugares e pontos de interesse que muitas vezes a gente se perde. Por isso, criamos esta lista com os melhores lugares para conhecer em São Paulo. Muitos desses passeios são grátis! Bora conferir?

No centro histórico, dá para ver a selva de pedra lá do alto

Uma das experiências mais incríveis em São Paulo é ver a cidade do alto. Só assim podemos ter uma ideia da dimensão de uma das maiores selvas de pedras do mundo.

1. Edifício Martinelli

Martinelli

Inaugurado em 1929, o Edifício Martinelli é o primeiro arranha-céu da América Latina. Numa época em que as cidades eram predominantemente térreas, o Martinelli causou espanto aos moradores com os seus 30 andares. Como fica num ponto alto, dali é possível ver grande parte da cidade. Trata-se de um dos maiores cartões-postais de São Paulo.

2. Prédio do Banespa (Altino Arantes)

Prédio do Banespa

Dê uma olhada na foto acima. Com qual edifício famoso o Prédio do Banespa (o Banespão) parece?

Quem respondeu Empire State Building, um dos edifícios mais emblemáticos dos EUA, acertou. O Banespão é uma réplica do gigante nova-iorquino. De lá do alto, a mais de 160 metros de altura, tem-se uma visão em 360º da cidade. Chega a dar vertigem!

  • Endereço: Rua João Brícola, 24 - Centro
  • É gratuito? Não.
  • Para maiores informações: site do Farol Santander

3. Edifício Itália

Com 165 metros de altura, o Edifício Itália é o segundo maior prédio de São Paulo. No último andar fica o restaurante Terraço Itália, local ideal para jantares românticos.

Pontos turísticos do centro histórico que você precisa conhecer

Toda cidade tem os seus passeios obrigatórios. Tipo ir a Paris e não ver a Torre Eiffel. Ou ir ao Rio de Janeiro e não dar um pulo em Ipanema. Em São Paulo, a maior parte desses roteiros indispensáveis, da gastronomia à cultura, fica no centro.

4. Pátio do Colégio

Pátio do Colégio

Aqui a cidade foi fundada, em 1554. Da escola original, fundada pelos padres jesuítas para catequizar índios, só sobrou um muro de taipa de pilão. O prédio abriga o Museu Anchieta, especializado em arte sacra, e a Biblioteca Padre Antônio Vieira. Para quem quiser conhecer a história de São Paulo, o Pátio do Colégio é o ponto de partida.

  • Endereço: Pç. Pateo do Collegio, 2 - Centro
  • É gratuito? O acesso ao muro seiscentista, ao miradouro e ao café, sim. O Museu, não.
  • Para maiores informações: site do Pateo do Collegio

5. Mosteiro de São Bento

Pertinho do Pátio do Colégio, tem outro ponto bem interessante para quem curte turismo religioso e arte: o Mosteiro de São Bento, onde você pode participar das celebrações litúrgicas com canto gregoriano, que são super concorridas. No último domingo de cada mês, há o famoso brunch no refeitório do mosteiro. Além disso, é possível comprar os produtos da Padaria do Mosteiro, feitos pelos monges que vivem lá. A igreja, fundada em 1922, segue o estilo do revivalismo românico, e é uma das mais belas da cidade.

  • Endereço: Largo de São Bento, s/nº - Centro
  • É gratuito? As missas, sim. O brunch, não.
  • Para maiores informações: site do Mosteiro de São Bento

6. Catedral da Sé

Catedral da Sé

Inaugurada em 1954, ano em que a cidade completou 400 anos, a Sé é o marco-zero (ou marco geodésico) do estado de São Paulo. A igreja monumental foi construída em estilo predominantemente gótico e abriga uma cripta, construída em 1919, com túmulos de diversas personalidades históricas, como o cacique Tibiriçá, o padre José de Anchieta e Dom Paulo Evaristo Arns.

7. Mercado Municipal

O Mercadão já virou parada obrigatória para quem faz turismo por São Paulo. Além da infinidade de frutas, legumes, especiarias, carnes e grãos de alta qualidade que podemos encontrar por lá, o mercado é famoso pelos seus quitutes deliciosos, como o mega sanduíche de mortadela (que, se a fome for moderada, dá para dividir) e o pastel de bacalhau.

  • Endereço: R. Cantareira, 306 - Centro
  • É gratuito? A entrada no mercado, sim.
  • Para maiores informações: site do Mercadão

Museus na região central da cidade

São Paulo é uma cidade conhecida por ter ótimos museus. Alguns dos melhores estão no centro da cidade.

8. Pinacoteca

Pinacoteca de SP

Na Pinacoteca você encontra obras de importantes artistas brasileiros, desde o século XIX até a contemporaneidade. Fundado em 1905, é o museu mais antigo da cidade de São Paulo. Só o prédio já vale a visita. Construído no final do século XIX, ali funcionava o Liceu de Artes e Ofícios. Além das exposições, o museu conta com um Núcleo de Ação Educativa que promove atividades voltadas a diferentes públicos. Também dá para passear no Parque da Luz, ao lado do museu.

  • Endereço: Praça da Luz, 2 - Luz
  • É gratuito? Aos sábados, sim!
  • Para maiores informações: site da Pina

9. Estação Pinacoteca

A poucos minutos a pé da Pinacoteca, tem outro museu excelente e gratuito: a Estação Pinacoteca, que fica ao lado da Estação Júlio Prestes. O museu expõe peças do acervo da Pinacoteca.

  • Endereço: Largo General Osório, 66 - Luz
  • É gratuito? Sim!
  • Para maiores informações: site do museu

10. Centro Cultural Banco do Brasil

O CCBB costuma ser bem agitado. Sempre tem uma exposição nova ou uma sessão de cinema rolando. É bom ficar atento à programação para não perder nada do que acontece por lá. O edifício de 1901 é belíssimo!

  • Endereço: R. Álvares Penteado, 112 - Centro
  • É gratuito? A entrada no prédio, sim. As exposições, sessões de cinema ou peças de teatro, não.
  • Para maiores informações: site do CCBB

Leia também: Museus em São Paulo que você precisa conhecer

Parque do Ibirapuera: um lugar com muitos passeios

Ibirapuera

O Ibirapuera é um universo à parte. Além de ser um oásis verde em meio ao concreto sem fim de São Paulo, oferece ao visitante inúmeros atrativos culturais. Impossível conhecer tudo num dia só!

11. O parque

Seu tamanho equivale a 158 campos de futebol. Tem pistas de corrida, área para piqueniques, lagos e, claro, muita árvore! Um ótimo refúgio para quem quer entrar em contato com um pouquinho de verde. Mas costuma ser bem movimento aos finais de semana. Por isso, se você procura fugir do estresse, os dias de semana são os mais recomendados.

12. Museu Afro Brasil

O Museu Afro Brasil possui mais de 6 mil obras, entre pinturas, esculturas, fotografias e peças etnológicas sobre temas como religião, trabalho e arte. Lá você tem a oportunidade de entrar em contato com uma das matrizes que formaram a nossa identidade cultural: a africana. Além das exposições, algumas delas temporárias, é sempre bom ficar ligado nos eventos e oficinas que acontecem por lá.

  • Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n - Vila Mariana (próximo ao Portão 10 do Ibirapuera)
  • É gratuito? Aos sábados, sim!
  • Para maiores informações: site do Museu Afro

13. Planetário

Inaugurado em 1957, o Planetário do Ibirapuera é o primeiro planetário do Brasil. Lá você pode assistir a sessões educativas que tratam de temas como a preservação do planeta, o Sistema Solar, as estrelas e o céu de São Paulo. Lugar ideal para aprender e se divertir. As crianças adoram!

  • Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n - Vila Mariana (próximo ao Portão 10 do Ibirapuera)
  • É gratuito? Algumas sessões são gratuitas
  • Para maiores informações: site do Parque do Ibirapuera

14. Museu de Arte Moderna (MAM) e outros espaços culturais e artísticos do Ibirapuera

MAM
Fachada do MAM, um dos princiais museus de São Paulo.

Quem é fã de museus certamente vai adorar visitar o MAM, localizado num conjunto arquitetônico projetado por Oscar Niemeyer. Lá o visitante verá parte de um acervo de cerca de 4 mil obras de artistas consagrados da arte brasileira contemporânea, como Candido Portinari, Victor Brecheret, Di Cavalcanti e Tarsila do Amaral.

Além do MAM, há outros espaços culturais e artísticos no Ibirapuera que vale a pena conhecer. É preciso sempre ficar de olho na programação para saber o que está rolando nesses espaços:

  • Oca
  • Prédio da Bienal
  • Auditório do Ibirapuera
  • Museu de Arte Contemporânea

Passeios na rua para quem gosta de explorar a cidade

15. Rua 25 de Março

Tem muita gente que vai a São Paulo só para fazer compras no maior centro comercial da América Latina. E não à toa: tem de tudo por lá! De fantasias de Carnaval a bijuterias, lá você encontra mercadorias a preços realmente baixos. Então, para quem curte bater perna e pechinchar, não existe lugar melhor.

  • Endereço: R. 25 de Março - Sé
  • Para maiores informações: acesse o guia da 25

16. Bairro da Liberdade

Liberdade

A Liberdade é um pedacinho do Japão em São Paulo. Lá dá para comer sushi, cantar karaokê, tomar uns drinks num boteco japonês, conhecer a história da imigração nipônica em São Paulo... São muitos os passeios possíveis nesse bairro realmente incrível. Recomendamos o Museu Histórico da Imigração Japonesa e a Feira da Liberdade, que ocorre aos sábados (das 9h às 18h) e domingos (das 9h às 19h).

Museu Histórico da Imigração Japonesa

  • Endereço: R. São Joaquim, 381 - Liberdade
  • É gratuito? Não. Mas os ingressos são baratos e é possível agendar uma visita guiada.
  • Para maiores informações: site do Museu Bunkyo

Feira da Liberdade

  • Endereço: Pça. da Liberdade, s/n - Liberdade
  • É gratuito? Os preços das iguarias variam.

17. Feiras de Antiguidades

Curte dar um passeio ao ar livre, comer bem e pechinchar? Então vai gostar das Feiras de Antiguidades de São Paulo, onde você encontra relíquias (de livros antigos a móveis) e de quebra pode curtir um quitute feito na hora. Recomendamos as mais tradicionais e famosas:

Feira do Bixiga

A feirinha ocorre todos os domingos, das 9h às 18h. Fica na Pça. Dom Orione, s/n - Bela Vista.

Feira da Pça. Benedito Calixto

A feirinha ocorre sempre aos sábados, das 9h às 19h. Fica na Pça. Benedito Calixto, s/n - Pinheiros.

Feira do MASP

A feirinha ocorre todos os domingos, das 10h às 17h. Fica no vão livre do MASP - Avenida Paulista, 1578 - Bela Vista.

18. Minhocão de final de semana

Minhocão

Por incrível que pareça: em São Paulo, uma via expressa vira parque aos finais de semana e feriados. E que bom! Uma das construções mais polêmicas da cidade, com 3,4 km de extensão, e que liga a Zona Oeste ao Centro, é aberta para pedestres aos domingos. Carros, nem pensar! As pessoas costumam caminhar, correr e andar de bicicleta. É também uma boa oportunidade para conhecer melhor o centro da cidade e bater umas fotos bem legais.

  • Endereço: Elevado Presidente João Goulart
  • É gratuito? Sim!

19. Paulista aos domingos

Outra via que fica bloqueada para carros e totalmente aberta para pedestres é a avenida mais famosa da cidade, a Paulista. Das 9h às 17h, você pode caminhar, andar de bike, comer num food truck, passear pelo Parque do Trianon, conhecer o MASP... Opção é o que não falta. Vai ser difícil fazer tudo isso num domingo só.

  • Endereço: Av. Paulista, s/n - Bela Vista
  • É gratuito? Sim!

20. Feira Boliviana da Praça Kantuta

Um roteiro menos óbvio é a Feira Boliviana da Pça. Kantuta, onde você pode encontrar iguarias da culinária (como a salteña) e artigos típicos vendidos pela comunidade boliviana residente em São Paulo. A feira acontece todos os domingos, das 11h às 19h30.

  • Endereço: Praça kantuta, 924 - Canindé
  • É gratuito? O acesso à feira é gratuito.

Museus e espaços culturais fundamentais

21. MASP

MASP

O primeiro museu moderno do país e o mais famoso da cidade não poderia estar de fora desta lista. Com cerca de 11 mil obras, o MASP hoje possui o acervo de arte europeia mais importante do Hemisfério Sul. O prédio, projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi, foi inaugurado em 1968 e é um marco arquitetônico brasileiro.

  • Endereço: Avenida Paulista, 1578 - Bela Vista
  • É gratuito? Somente às terças.
  • Para maiores informações: site do MASP

22. Memorial da América Latina

O Memorial da América Latina nasceu da colaboração de duas das maiores personalidades da história do Brasil: o antropólogo Darcy Ribeiro, responsável pela elaboração do conteúdo cultural, e Oscar Niemeyer, que projetou o conjunto arquitetônico. O espaço é imenso e é sempre bom estar informado da programação antes de dar um pulinho lá. Há uma biblioteca e inúmeras exposições, apresentações e eventos culturais.

Destaque para o Pavilhão da Criatividade Darcy Ribeiro, que conta com uma exposição permanente de milhares de itens de arte popular de diversos países latino-americanos.

  • Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 - Barra Funda
  • É gratuito? Sim!
  • Para maiores informações: site do Memorial

Em São Paulo também dá para fazer turismo ecológico

São Paulo não é só concreto. Se você quiser fazer um esporte ou apenas relaxar em contato com a natureza, há ótimas opções na cidade. Você vai se surpreender!

23. Parque Estadual do Jaraguá

Pico do Jaraguá

Lá está o ponto mais alto da cidade: o Pico do Jaraguá, com 1.135 metros de altitude, de onde se tem a sensação de que a cidade está aos seus pés. Lá dá para fazer a Trilha da Bica e a Trilha do Silêncio, ambas de nível fácil. Para acessar o pico do morro, pela Trilha do Pai Zé, a caminhada é bem mais difícil e exige maior preparo físico. A vegetação de Mata Atlântica e a belíssima vista da cidade compensam qualquer esforço.

24. Passeio pela Estrada Velha de Santos

Tire um dia inteiro para fazer esse passeio - vale a pena! Já fora dos limites do município de São Paulo, a Estrada Caminho do Mar fica dentro do Parque Estadual da Serra do Mar, em meio à exuberante Mata Atlântica. Nos 8 km de caminhada, é possível observar paisagens magníficas, além de 8 monumentos históricos.

  • Endereço: São Bernardo do Campo - Rodovia SP-148, estrada Caminho do Mar, Km 42
  • É gratuito? O acesso ao parque é pago. Inclui guia turístico.
  • Para maiores informações: site do Governo do Estado de São Paulo

25. Parque Estadual da Cantareira

Parque Estadual da Cantareira

Mais um espaço da cidade com remanescentes da Mata Atlântica, o Parque Estadual da Cantareira, com 79,2 km², é uma das maiores áreas do mundo com esse tipo de bioma. Lá você pode fazer trilhas (são várias opções), visitar cachoeiras e acessar mirantes com mais de 1.000 m de altitude.

  • Endereço: Rua do Horto, 1799 - Horto Florestal
  • É gratuito? O acesso é gratuito para crianças de até 12 anos e adultos com mais 60 anos.
  • Para maiores informações: site do Governo do Estado de São Paulo

26. Parque Anhanguera

Com 9,5 milhões de metros quadrados, trata-se do maior parque do município de São Paulo. Lá você encontra muitos equipamentos de lazer e esporte, como playgrounds, quiosques, churrasqueiras, quadras poliesportivas e pista de caminhada.

  • Endereço: Av. Fortunata Tadiello Natucci, 1000 - Perus (km 26 da Rodovia Anhanguera)
  • É gratuito? Sim!
  • Para maiores informações: site da Prefeitura de São Paulo

Leia também: Descubra os 12 melhores destinos para viajar no Brasil!