Maiores aviões do mundo: os 3 gigantes com asas que você precisa conhecer!


Discute-se muito sobre qual seria o maior avião do mundo, mas talvez o mais correto seja olhar para cada um dos critérios que definem essa "grandeza". Será a capacidade de passageiros? Será o comprimento? Ou será a envergadura (a distância entre as pontas das asas)?

Como não existe um avião que seja o maior em todos os quesitos, achamos melhor apresentar 3 gigantes com asas: o maior em capacidade de passageiros, o maior em comprimento e o maior em envergadura. Vamos conhecê-los?

Airbus A380: o maior avião do mundo na categoria capacidade de passageiros

Airbus A380

O Airbus A380 é o gigante da aviação comercial. Embora não seja o maior em largura e comprimento, ninguém leva mais passageiros do que ele. Fabricado pela EADS Airbus, o superjumbo voou pela primeira vez em 2005, mas só foi inaugurado no ano de 2007 num voo da Singapore Airlines.

Nenhum outro avião no mundo tem 2 andares de assentos, o que permite ao A380 levar muito mais passageiros do que uma aeronave comum. O A380 da Emirates (foto) tem capacidade para 517 passageiros na versão 3 classes, e 615 na versão 2 classes (sem 1ª classe).

Para se ter uma noção do tamanho desse gigante, basta compará-lo ao clássico Boeing 747, o segundo maior avião de passageiros do mundo. Sua versão maior e mais recente, o 747-8, pode levar 410 passageiros. Durante 37 anos, o 747 foi o maior avião de passageiros do mundo. Mas, em 2007, perdeu o posto para o Airbus A380.

O A380 possui 79,8 metros de envergadura e 72,7 metros de comprimento. É gigante, mas não o maior nesses dois quesitos. Além disso, tem capacidade para levar 575 toneladas e possui autonomia de voo (ou seja, distância que consegue voar sem pousar para abastecer) de mais de 15 mil quilômetros.

A notícia ruim para os que curtem o A380 é que ele vai parar de ser produzido. A razão para o fim da fabricação do superjumbo pela EADS Airbus é o baixo número de pedidos. Apesar de enorme e belíssimo, parece que os custos de operação do A380 não são dos mais vantajosos para as companhias aéreas. As últimas unidades serão entregues aos clientes em 2021.

Antonov An-225 Mriya: o maior avião do mundo na categoria comprimento

Antonov An 225

Só pela foto dá para se ter uma ideia do tamanho desse avião. As pessoas parecem formiguinhas perto dele.

Isso porque o Antonov An-225 Mriya tem nada menos que 84 metros de comprimento! Nenhum avião construído até hoje supera essa marca, sustentada já há um bom tempo. O An-225, construído pela extinta União Soviética para transportar o ônibus espacial Buran, fez seu primeiro voo em 1988.

Assim, o An-225 é um avião cargueiro, mas não um avião cargueiro qualquer. Sua especialidade são as super cargas. Por isso, ele foi concebido com um compartimento de carga gigantesco e único em todo o mundo: 43 metros de comprimento, 6,4 metros de largura, 4,4 metros de altura, o suficiente para carregar mais de 250 toneladas, peso equivalente a 312 Fuscas!

Se o maior animal terrestre, o elefante africano, pode pesar até 8 toneladas, isso significa que o Antonov é capaz de transportar tranquilamente 31 dos mais pesados desses animais!

A título de comparação, o avião de carga que mais se aproxima do An-225 é o Boeing 747-800, capaz de levar pouco mais da metade: 140 toneladas. O recorde do Antonov são 253,86 toneladas. Na parte superior da fuselagem, ele pode levar cargas de até 70 metros de comprimento e 200 toneladas.

Como a grande maioria das cargas aéreas não são tão grandes assim, o An-225 não é usado com muita frequência. E quando falamos "do" An-225, estamos falando de apenas uma unidade. Estava prevista a construção de uma segunda aeronave no início dos anos 2000, mas isso até agora não se concretizou.

Stratolaunch: o maior avião do mundo na categoria envergadura

Stratolaunch

No que diz respeito à distância entre as pontas das duas asas, nenhum avião se compara ao novíssimo avião de carga Scaled Composites Stratolaunch, que fez seu primeiro voo em abril de 2019. Mas ele ainda está na fase de testes. A previsão é de que seu primeiro voo com carga seja feito em 2020.

O Stratolaunch é impressionante em vários sentidos. Primeiro, pela sua envergadura: 117 metros. O segundo maior avião em envergadura, o A380, com 79,8 metros, fica pequeno perto dele. Além da envergadura recorde, o Stratolaunch pesa 226 toneladas e tem 72 metros de comprimento.

Outra característica que impressiona nesse avião é o fato dele ter 6 motores e 2 fuselagens, unidas pela gigantesca asa de 117 metros, equivalente ao comprimento dos maiores campos de futebol do mundo. Parece coisa de filme de ficção científica, mas não é.

Outro dado impressionante do Stratolaunch é sua finalidade: ele foi planejado para pôr satélites em órbita. Em vez de lançar satélites por meio de foguetes a partir do solo, como tradicionalmente é feito, esse avião, quando começar a operar, será capaz de lançar foguetes em pleno voo, a 35.000 pés (ou 10.668 metros) de altura. Incrível, não é mesmo?

Isso reduzirá significativamente o trabalho e os custos dos lançamentos, que tradicionalmente dependem de uma plataforma e toda uma infraestrutura que costumam custar caro. Além disso, haverá economia de combustível, já que um foguete lançado do chão gasta muito mais combustível do que se for lançado das alturas a que o Stratolaunch pode chegar.

Leia também: As 14 maiores invenções que (provavelmente) já salvaram sua vida

Aperte o cinto! Esses são os carros mais caros de todos os tempos

Os 15 prédios mais altos do mundo em 2018 (e os mais altos do futuro)