7 grandes religiões que desapareceram da História


Deuses, heróis e criaturas fantásticas… Cada religião procura dar sentido à vida e explicar os grandes mistérios do mundo. Mas nem todas duram. Até religiões bastante grandes podem desaparecer, quando surge outra mais popular. Mesmo assim, muitas dessas religiões deixaram marcas na cultura e imaginação popular…

1. Religião Suméria

Religião Suméria

Os sumérios foram uma das primeiras grandes civilizações do mundo, que moravam na Mesopotâmia. Sua religião envolvia vários deuses que criaram o mundo e eram responsáveis por quase tudo que acontecia. Um poema sumério, conhecido como o Épico de Gilgamesh, conta sobre o mundo sombrio dos mortos e um grande dilúvio que destruiu quase toda a humanidade. Os sumérios construíram vários zigurates - templos parecidos com pirâmides com um altar no topo.

2. Religião Egípcia

Religião Egípcia

A religião egípcia era muito complexa e se desenvolveu ao longo de vários séculos. Os faraós eram cultuados, em vida e depois de morrerem, como tendo poder divino e patrocinavam dezenas de templos. As pessoas mais ricas e poderosas construíam túmulos elaborados e seus corpos eram embalsamados e acompanhados de muitos objetos, em preparação para a vida no além. A religião foi desaparecendo aos poucos mas influenciou várias culturas, especialmente a grega e a romana.

3. Religião dos Cananeus

Religião dos Cananeus
Imagem de: Davidbena

Antes dos hebreus tomarem conta da região que ficou conhecida como Israel, a religião dominante era a dos cananeus. Eles adoravam vários deuses, com atenção especial a Baal, o deus das tempestades e da fertilidade. A Bíblia também conta que alguns devotos do deus cananeu Moloque sacrificavam crianças, queimando-as vivas! A religião dos cananeus conviveu e competiu com o judaísmo durante vários séculos e desapareceu lentamente, deixando alguns traços na religião grega.

4. Religião Olmeca

Religião Olmeca
Imagem de: Maribel Ponce Ixba (frida27ponce)

Os olmecas eram um povo da América Central que surgiram por volta de 1500 a.C. Pouco se conhece de sua religião, exceto que envolvia criaturas mitológicas ligadas à natureza, como uma serpente e um jaguar, com poderes especiais. A religião desapareceu com o povo olmeca por volta do século IV a.C., mas provavelmente influenciou outras culturas, como os maias e os astecas.

5. Religião Grega

Religião Grega

Para os gregos, havia 12 deuses principais (os deuses do Olimpo), mais dezenas de deuses menores. Os deuses favoritos de uma cidade recebiam templos, sacrifícios e festas em sua honra. Algumas das crenças dos gregos estão escritas na Ilíada e na Odisseia. Poupando trabalho, os romanos plagiaram grande parte da religião grega, mudando apenas alguns detalhes para formar sua própria. A religião desapareceu aos poucos, com o crescimento do Cristianismo.

6. Religião Asteca

Religião Asteca

Os deuses e as tradições de vários povos da América Central foram incorporados na religião asteca. Eles adoravam a vários deuses, em rituais muito elaborados, ao longo do ano. Um elemento essencial da religião era o sacrifício humano, que servia para apaziguar os deuses e manter a ordem do mundo. As vítimas eram sacrificadas no alto dos templos, durante grandes festas religiosas. Com as invasões espanholas, a religião asteca desapareceu.

7. Religião Nórdica

Religião Nórdica
Imagem de: Peulle

Antes de se tornar um super-herói muito popular, Thor era um deus dos povos do norte da Europa. Ele fazia parte de um panteão de deuses presididos por Odin. Esta religião envolvia uma árvore mítica, Yggdrasil, a árvore que unia os nove mundos da mitologia nórdica. Também incluía várias criaturas fantásticas, como elfos, gigantes e as valquírias, as entidades que escolhiam quais guerreiros mortos iriam viver com o deus Odin em Valhalla. A religião nórdica desapareceu quando esses povos se converteram ao Cristianismo.